Ocon vê “ambições grandes” da Renault e “responsabilidade que levo muito a sério”

Esteban Ocon ganha uma nova oportunidade no grid em 2020. O piloto francês analisou a nova jornada na Renault, admitindo que é um desafio de grandes responsabilidades e que exigirá bastante do piloto na próxima temporada

Após ficar sem lugar na Fórmula 1 em 2019, Esteban Ocon foi confirmado no cockpit da Renault em 2020 ao lado do australiano Daniel Ricciardo. O promissor piloto francês comemorou o retorno ao time, já que chegou a ser piloto reserva em 2016, além de ter competido utilizando o nome da montadora nas categorias de base.
 
A última aparição de Ocon na F1 foi no GP de Abu Dhabi em 2018, quando corria pela Force India e ele agradeceu a Renault pela oportunidade de retornar ao grid. O piloto vivia a expectativa de uma possível vaga na Mercedes, frustrada pela renovação de Valtteri Bottas.
 
“Acima de tudo, fico orgulhoso por me tornar um piloto da Renault", disse Ocon. "Eu cresci em Enstone, começando com a Lotus em 2010 e depois com a Renault. Sou muito ligado à equipe e a todos que trabalham aqui. Eles abriram as portas para mim no automobilismo de alto nível”, seguiu
Esteban Ocon (Foto: Reprodução)
A Renault foi quarta colocada no Mundial de Construtores em 2018, mas não vive grande momento em 2019, ocupando a sexta posição e sendo derrotada por McLaren e Toro Rosso. Ocon crê que a oportunidade é boa para demonstrar seu potencial e elevar o time de Enstone de volta ao sonhado status de equipe grande na Fórmula 1.
 
“Também é um prazer que uma equipe com ambições tão grandes tenha confiado em mim e me dado a chance de demonstrar minhas habilidades no nível mais alto da F1. É uma responsabilidade que eu levo muito a sério. A confiança que eles tiveram em mim para ajudar no progresso da equipe é muito positiva e fico ansioso para dar meu melhor", completou.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar