Pane elétrica em carro de ‘bombeiro’ Vettel interrompe TL1 na Holanda por 37 minutos

A Fórmula 1 viveu mais uma longa bandeira vermelha, dessa vez no primeiro treino livre no GP da Holanda. Um problema elétrico no carro de Sebastian Vettel deixou a sessão parada por 37 minutos e criou o caos em Zandvoort

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Vettel precisou ser bombeiro durante o TL1 e se irritou com os problemas (Vídeo: Reprodução/F1TV)

Depois da não-corrida, a Fórmula 1 viveu o não-treino livre no GP da Holanda. Uma longa bandeira vermelha interrompeu as atividades na manhã em Zandvoort e novamente frustrou os fãs da categoria que acompanham no circuito ou pela televisão. Tudo por conta de um problema na Aston Martin de Sebastian Vettel logo no início da primeira sessão.

Com 17 minutos de sessão, Vettel voltou a enfrentar problemas no motor e encostou o carro na saída do pit-lane. O bólido da Aston Martin apresentou um princípio de incêndio e preocupou o tetracampeão, que pegou o extintor de incêndio e, como um autêntico bombeiro, acionou o dispositivo para resfriar o carro. Logo depois, a direção de prova acionou a bandeira vermelha.

LEIA TAMBÉM
+Räikkönen anuncia aposentadoria ao fim da temporada 2021 da Fórmula 1 via Instagram
+Último da geração, Räikkönen deixa Fórmula 1. E sempre soube o que estava fazendo

SEBASTIAN VETTEL; FÓRMULA 1; ASTON MARTIN;
Eletrificado, carro da Aston Martin precisou ter as baterias desativadas (Foto: Reprodução)
Felipe Giaffone é o convidado especial do Paddockast #119, que discute: o que mudar para evitar uma não-corrida? Ouça!

O resgate do carro da Aston Martin levou mais tempo que o habitual e fez com que a sessão ficasse parada por muitos minutos. O bólido estava lá, parado, mas não poderia ser tocado em razão do risco de choque. A luz verde, que habitualmente fica acesa quando o carro está em condições seguras para ser tocado, estava apagada. Com isso, mecânicos da equipe britânica precisaram se deslocar até a saída dos boxes para verificar as condições do equipamento.

Depois de 17 minutos de treino parado, profissionais da equipe britânica foram ao setor do circuito para fazer o isolamento do carro para que ele pudesse ser removido em segurança. Mesmo depois que o carro de Vettel finalmente foi removido da pista, o treino seguiu parado, algo frustrante para a multidão holandesa, que lotava as arquibancadas de Zandvoort.

A sessão só foi mesmo retomada quando restavam apenas e tão somente 6 minutos para o desfecho da sessão. Mesmo com muito tráfego na pista, Lewis Hamilton achou uma boa volta no fim para liderar o TL1, seguido pelo dono da casa Max Verstappen. O segundo treino livre do GP da Holanda está marcado para 10h (de Brasília, GMT-3) e o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar