Pérez se vê fora da lista de candidatos à vaga na Mercedes e diz que escolhido “será um piloto muito sortudo”

Mesmo fora do foco das especulações, Sergio Pérez tratou de tirar seu nome da lista de candidatos ao posto de sucessor de Nico Rosberg na Mercedes. Mexicano avaliou que quem ficar com a vaga será um piloto bastante sortudo e colocou Pascal Wehrlein e Valtteri Bottas como seus favoritos

 

Sergio Pérez nem era um grande foco das especulações em torno da sucessão de Nico Rosberg na Mercedes, mas tratou logo de tirar o corpo fora. Nesta sexta-feira (9), durante um evento da Alpinestar, o mexicano garantiu que seguirá com a Force India em 2017 e ainda deu seu palpite sobre quem formará dupla com Lewis Hamilton no próximo ano.

 
Campeão de 2016, Rosberg surpreendeu ao anunciar sua aposentadoria com efeito imediato e deixou a Mercedes em uma situação um tanto difícil, já que a maioria dos pilotos já tem contrato para o próximo ano.
Sergio Pérez garantiu que não está na briga por uma vaga na Mercedes (Foto: Force India)

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 3
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

“Tenho contrato com a Force India para a próxima temporada. Meu objetivo é trabalhar com eles e fazer o melhor que puder. Este é o meu objetivo para a próxima temporada”, frisou Pérez. “Quem ocupar este lugar, será um piloto muito sortudo”, comentou.
 
Na visão do mexicano, a vaga na Mercedes tem dois favoritos claros: “Creio que um dos favoritos é Pascal Wehrlein e também Valtteri Bottas”.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube