Perto de completar 84 anos, Ecclestone admite que 2014 pode ser seu último ano como chefe da F1

Às vésperas de completar 84 anos, Bernie Ecclestone admitiu que a temporada 2014 pode ser sua última no comando da F1. Britânico, entretanto, negou que planos de aposentadoria tenham relação com processo de suborno


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

A era Bernie Ecclestone no comando da F1 pode estar perto do fim. Às vésperas de completar 84 anos, o dirigente admitiu em entrevista ao jornal inglês ‘The Mirror’ que está na hora de pensar na aposentadoria.

“Vou fazer 84 anos no fim deste ano, então provavelmente vou ter que começar a pensar: quero entrar no 85º ano fazendo o que venho fazendo sabe Deus há quantos anos?”, disse Ecclestone. “É algo em que terei que pensar seriamente”, comentou.

“O importante é saber quando você tem que pendurar suas luvas para você não acabar entrando no ringue e ser nocauteado”, defendeu. 

Ecclestone admitiu que 2014 pode ser seu último ano no comando da F1 (Foto: Getty Images)


(adsbygoogle = window.adsbygoogle || []).push({});

Ainda, Ecclestone negou que o processo de suborno que enfrenta na Alemanha não tem qualquer relação com suas reflexões sobre a aposentadoria.

“Não, isso não é nada. Não. Não”, insistiu. “É a forma como as pessoas têm que lidar com seus negócios em comparação com a forma como faziam”, comentou.

O dirigente máximo da F1 afirmou que se refere à era atual de “governança coorporativa”, que envolve “diferentes comitês, comitês de ética e Deus sabe a que comitê mais você tem que se reportar”.

“Eu não sabia de nada disso antes. Provavelmente, se soubesse, não teria durado tanto quando durei”, ponderou. “E, com o passar do tempo, será ainda mais restrito. É assim que o mundo é. Está seguindo este caminho. Não concordo com isso”, declarou.

“O que nós estamos fazendo de forma lenta, mas segura é nos livrar dos empresários. Nos livrando das pessoas que pensam fora da caixa”, concluiu. 

Quer acompanhar o GP de Mônaco nas ruas do Principado numa viagem inesquecível? Leitor do GRANDE PRÊMIO vai em condições especiais. Veja:
Foto: Mais uma novidade nesta semana de início da F1: leitor/seguidor do GRANDE PRÊMIO tem preço especial na compra dos pacotes com a AMK Viagens. Já pensou em ir para Mônaco e acompanhar essa F1 imprevisível no glamour do Principado? Dica de amigo: dá uma olhadinha, fala com os amigos e entra em contato com o Edgar Efeiche para uma viagem em alta velocidade: http://www.amkviagens.com.br/2011/index.php/terrestres_internacionais/ver/104

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube