Pilotos deixam Peraltada no passado e se animam para passar dentro de estádio no México. “Vai ser interessante”, diz Alonso

A Peraltada foi uma curva histórica do Mundial de F1, mas, por questões de segurança, ela não pôde ser mantida no novo Autódromo Hermanos Rodríguez. Tudo bem: os pilotos gostaram da alternativa criada, com os carros passando por dentro de um estádio de beisebol e bem próximos da torcida

Claro que, assim que se soube que a antiga última curva do Autódromo Hermanos Rodríguez ficaria fora do traçado para a volta da F1 ao México, houve muitas lamentações. No entanto, os pilotos gostaram da solução apresentada após a reforma para a corrida deste fim de semana, a primeira em 23 anos no país.
 
Em vez de contornar a velocíssima Peraltada a mais de 250 km/h, eles terão pela frente uma seção de baixa velocidade. O que empolga não é o layout, mas, sim, o que há em volta: as arquibancadas de um estádio de beisebol.
 
Inclusive o pódio, em vez de ficar na reta dos boxes, ficará voltado para este estádio. 
Imagem panorâmica da entrada do estádio, na antiga Peraltada (Foto: Diário Record/Twitter)
“O último setor vai ser interessante para nós, estando tão perto de milhares de pessoas”, afirmou o bicampeão Fernando Alonso na entrevista coletiva desta quinta-feira (29) na Cidade do México.  “Vai ser um bom show para todos. A paixão que pudemos sentir das pessoas pelo automobilismo foi incrível. E se o Checo tiver um bom fim de semana, aí vai mesmo ser uma experiência fantástica”, continuou o espanhol, referindo-se ao piloto local Sergio Pérez.
 
Carlos Sainz foi outro. “Fiquei surpreso com as arquibancadas, especialmente o estádio. Vai ser bem interessante”, afirmou o jovem da Toro Rosso.
 
Os demais pilotos presentes à coletiva da FIA — Pastor Maldonado, Will Stevens e Lewis Hamilton — também elogiaram o trabalho feito na preparação do GP do México e o primeiro contato que tiveram com os fãs mexicanos, o que deixou Pérez contente.
 
“É ótimo ver que todos estão felizes por estarem no meu país. Isso faz eu me sentir muito bem. Podemos comparar essa pista com qualquer outra ao redor do mundo, e acho que o layout do circuito é bem interessante. Temos uma das retas mais longas, o que geralmente resulta em coisas boas nas corridas”, declarou o piloto da Force India.
Ao lado do tricampeão Hamilton, Sergio Pérez é só sorrisos (Foto: F1/Reprodução)
Alonso ainda vez um último comentário, meio que preparando o público para o caso de uma corrida que esteja à altura de toda a expectativa criada. “Na Rússia, a primeira corrida foi chata e a deste ano foi bem melhor, e o circuito era igual. No futebol, às vezes tem um zero a zero e logo depois um quatro a quatro. É impossível prever”, avisou o piloto da McLaren.
 
As atividades de pista no Autódromo Hermanos Rodríguez têm início nesta sexta-feira, e o GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube