F1

Pilotos se dividem sobre ponto extra para volta mais rápida, mas Kubica lamenta: “Infelizmente, não nos afeta”

Uma das grandes novidades para a temporada 2019 da F1, aprovada nesta semana, foi a volta da pontuação extra para o autor da volta mais rápida de uma corrida. Na entrevista coletiva promovida pela FIA nesta quinta-feira, Lewis Hamilton acredita que vai ser interessante, enquanto Sebastian Vettel não espera muitas mudanças. E Robert Kubica, da Williams, lamentou por não se ver em condições de lutar pelo ponto
Grande Prêmio / FERNANDO SILVA, de Sumaré
A temporada 2019 do Mundial de F1 começa com uma novidade no sistema de pontuação. Pela primeira vez desde os anos 1950, a categoria vai entregar um ponto extra para o autor da volta mais rápida de um GP, desde que este termine entre os dez primeiros colocados. O tema foi abordado na entrevista coletiva desta tarde de quinta-feira (14), em Melbourne, e os pilotos presentes se dividiram sobre o assunto.
 
Robert Kubica, novo piloto titular da Williams, se vê sem condições de lutar pela pontuação extra, reflexo de uma preparação ruim da escuderia de Grove nos testes de pré-temporada em Barcelona com o FW42. “Infelizmente, isso não nos afeta”, disse o polonês. 
Coletiva em Melbourne (Foto: Renault)
Pentacampeão mundial de F1, Lewis Hamilton faturou o título no ano passado com um total de 408 pontos, contra 320 de Sebastian Vettel. 
 
Na visão do piloto da Mercedes, o fato de a temporada 2019 poder oferecer uma pontuação a mais pode ser um fator a mais para elevar o nível da competição. “São 21 pontos extras, então vai ser interessante ver como isso vai acontecer”, comentou.
 
Vettel, por sua vez, prefere esperar um pouco mais para avaliar a eficácia da alteração no sistema de pontuação. “Não espero muita mudança. Vamos ver, depois das primeiras corridas, se isso vai afetar”, salientou o piloto da Ferrari.
 
Por fim, Max Verstappen entende que, em caso de disputa de título, uma pontuação extra vai ter o poder até mesmo de decidir o campeonato. “Pode jogar contra quando você luta por um título, mas pode ser interessante para trabalhar com a equipe”, considerou o holandês.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades do fim de semana do GP da Austrália, etapa de abertura da temporada 2019 do Mundial de F1. Acompanhe tudo aqui.