Pirelli divulga pneus para GP do México com Mercedes e Ferrari quase iguais

A fornecedora de pneus oficial da F1 divulgou as escolhas de cada piloto para o fim de semana do GP do México, prova que pode decidir o Mundial de Pilotos em favor de Lewis Hamilton. A Pirelli vai levar os compostos C2, C3 e C4 ao autódromo Hermanos Rodríguez

Passado o GP do Japão no último fim de semana, a Fórmula 1 já se prepara para a série de três corridas na América. A começar pelo GP do México, com programação de pista no Autódromo Hermanos Rodríguez entre os dias 25 e 27 de outubro. A Pirelli divulgou, nesta terça-feira (15), a relação dos pneus que cada piloto escolheu para acelerar no circuito mexicano para a 18ª etapa da temporada 2019 do Mundial.
 
A Pirelli vai levar ao México uma gama intermediária de dureza dos pneus ao escolher os compostos C2, C3 e C4 como duros, médios e macios para o fim de semana no Hermanos Rodríguez. 
 
Ferrari e Mercedes, que vêm protagonizando os embates pela ponta no segundo semestre, adotaram estratégias semelhantes em relação aos pneus: Lewis Hamilton, Sebastian Vettel e Charles Leclerc optaram por um jogo de pneus duros, cinco de médios e sete de macios. Bottas traz uma pequena diferença na sua escolha com dois jogos de pneus duros, quatro de médios e sete de macios.
A Pirelli divulgou as escolhas de pneus de cada piloto para o GP do México (Arte: Pirelli)
Dentre os compostos mais duros, nove pilotos, entre eles Bottas, optaram por usar dois jogos no México, enquanto os demais escolheram apenas um set dos pneus identificados pela cor branca.
 
Entre os pneus mais macios, os pilotos se dividiram entre sete, oito ou nove jogos de pneus ‘vermelhos’. As duplas de Mercedes e Ferrari, por exemplo, optaram por sete jogos de macios, enquanto Max Verstappen e Alexander Albon, da Red Bull, escolheram nove sets. As duplas de McLaren, Racing Point e Alfa Romeo, por exemplo, seguiram uma opção intermediária, partindo para oito jogos de macios nos Hermanos Rodríguez.
 
Na opção pelos pneus médios, Hamilton, Vettel, Leclerc e Gasly vão usar cinco jogos no México. Bottas, Giovinazzi e Kvyat optaram por quatro sets, enquanto a maioria do grid preferiu três jogos: Verstappen, Albon, Nico Hülkenberg, Kevin Magnussen, Romain Grosjean, Carlos Sainz, Lando Norris, Sergio Pérez, Lance Stroll, Kimi Räikkönen e George Russell. 
 
Daniel Ricciardo e Robert Kubica, entretanto, optaram por uma escolha muito peculiar: apenas dois jogos de pneus médios, além de dois sets de pneus duros e outros nove de macios.
 
Nas duas últimas temporadas, a vitória no GP do México, o de maior altitude em todo o campeonato — acima dos 2.000 m — ficou com Max Verstappen. A prova deste ano pode, novamente, definir o título em favor de Lewis Hamilton.
Paddockast #37
GRANDES RIVALIDADES INTERNAS 

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube