Pirelli faz avaliação positiva dos pneus de chuva e espera 2 ou 3 paradas com pista seca na Malásia

Paul Hembery, diretor-esportivo da Pirelli, fez uma avaliação positiva do desempenho dos pneus intermediários e de chuva, e elogiou o trabalho feito pelos engenheiros da fábrica de Milão. Dirigente apostou em duas ou três paradas se o GP da Malásia for realizado com pista seca

A cobertura completa do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO
As imagens do sábado da F1 na Malásia
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

A sessão classificatória para o GP da Malásia de F1, realizada neste sábado (29), foi uma prova de fogo para os pneus de chuva desenvolvidos pela Pirelli para a temporada 2014. E no que depender de Paul Hembery, diretor-esportivo da fábrica italiana, os compostos foram aprovados com louvor. 
 
O treino que definiu o grid de largada para a etapa de Sepang foi marcado por uma forte chuva, que chegou a atrasar a sessão por quase uma hora.
Paul Hembery espera prova com dois ou três pit-stops em Sepang (Foto: Andrew Hone/Pirelli)
“Hoje foi um bom teste para os pneus intermediários e de pista molhada em uma grande variedade de condições e nesses carros com a bem diferente especificação de 2014”, comentou Hembery. “O desgaste do pneu de chuva foi baixo, apesar da alta temperatura e do asfalto áspero, o que significa que nós vimos uma boa melhora no desgaste, já que este pneu é resultado de um novo design”, seguiu. 
 
“O intermediário também continua fazendo um trabalho muito bom – como sempre fez – em condições marginais, mas a verdade é que o consumo e a degradação desses pneus é sempre tão dependente da chuva, que é difícil tirar qualquer conclusão”, apontou. 
 
Além disso, Hembery destacou que o fato de não ter ouvido queixas de aquaplanagem vindas dos times é um indicador positivo do trabalho feito pelos profissionais de Milão. 
 
“Não ouvimos qualquer reclamação de aquaplanagem nessas condições bastante extremas, o que é uma grande conquista quando você considera que o pneu de chuva para estes carros radicais, foi desenvolvido em uma sessão de testes com um carro da Renault de 2010 e em um não planejado dia de chuva em Jerez durante a pré-temporada”, declarou. “De fato, o que nossos engenheiros conseguiram é bastante excepcional”, elogiou Paul.
 
Por fim, o diretor da Pirelli afirmou que, se o GP da Malásia acontecer com pista seca, espera ver de dois a três pit-stops durante a corrida.
 
“Amanhã estamos esperando entre duas e três paradas se o tempo permanecer seco: vamos ter que olhar para as informações esta noite para ter uma ideia mais acertada”, disse. “Entretanto, como os pilotos pouparam muitos pneus slicks hoje, aqueles que têm velocidade no carro para fazer três paradas, têm a opção de fazer isso com um novo conjunto de pneus”, encerrou.
Viaje para Mônaco e acompanhe o GP mais tradicional do Mundial da F1 com o GRANDE PRÊMIO por um PREÇO ESPECIAL. Veja o pacote aqui:

Foto: Mais uma novidade nesta semana de início da F1: leitor/seguidor do GRANDE PRÊMIO tem preço especial na compra dos pacotes com a AMK Viagens. Já pensou em ir para Mônaco e acompanhar essa <a href=F1 imprevisível no glamour do Principado? Dica de amigo: dá uma olhadinha, fala com os amigos e entra em contato com o Edgar Efeiche para uma viagem em alta velocidade: http://www.amkviagens.com.br/2011/index.php/terrestres_internacionais/ver/104" src="https://fbcdn-sphotos-h-a.akamaihd.net/hphotos-ak-frc3/t1/s843x403/1239391_634676119915289_405699877_n.jpg" style="background-color: transparent;border: none;margin: 0px;padding: 0px;vertical-align: baseline;height: 215px;width: 580px;background-position: initial initial"/>

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar