F1

Por atrapalhar Norris no Q1, Grosjean perde três posições no grid e larga em 11º no GP do Bahrein

Romain Grosjean foi considerado culpado por atrapalhar uma volta rápida de Lando Norris no Q1. O francês, que originalmente largaria em oitavo, é relegado ao 11º posto no grid barenita. De quebra, leva ainda um ponto na carteira

Grande Prêmio / VITOR FAZIO, de Berlim
Romain Grosjean, oitavo melhor no treino classificatório deste sábado (30) no Bahrein, não escapou da mão dos comissários. Investigado por bloquear Lando Norris, que vinha em volta rápida no Q1, o francês foi considerado culpado. A punição é a perda de três posições no grid, resultando na queda para o 11º lugar.
 
Além da perda de posições, Grosjean ganha um ponto de punição. O francês agora soma oito nos últimos 12 meses, sendo que o total necessário para ser suspenso por um GP é de 12.
 
"Os comissários analisaram evidência de vídeo e ouviram os pilotos do carro #8 [Grosjean] e o carro #4 [Norris], assim como os representantes das equipes”, explicou o comunicado dos comissários. “O piloto do #8 afirmou que estava prestes a começar uma volta rápida quando foi ultrapassado pelo #5 [Vettel] e, por isso, desacelerou para manter distância suficiente. Ele não foi aviso pela equipe sobre a aproximação do #4, que estava em volta rápida. A diferença de velocidade foi de 136 km/h no ponto em que o #4 precisou tomar ação evasiva”, seguiu.
Romain Grosjean estava com o oitavo lugar garantido no grid. Estava (Foto: Haas)
“Os comissários entendem que o piloto do #8 não teve a intenção de bloquear. Mesmo assim, é responsabilidade do piloto estar alerta, quando em velocidade baixa, de que carros rápidos podem se aproximar”, destacou.
 
O incidente, apesar de prejudicar Norris, não causou problemas mais graves. O britânico avançou tranquilamente no Q1 e chegou ao Q3, onde teve o décimo melhor tempo. Lando ajudou a McLaren a conseguir um Q3 duplo pela primeira vez desde 2017.
 
Com a punição, Kimi Räikkönen passa a largar em oitavo. O próprio Norris sobe para nono, enquanto Daniel Ricciardo fica em décimo.