Presidente da FIA diz que F1 não precisa de corridas de classificação, mas que vale testar

Presidente da FIA, Jean Todt até deseja dar uma chance às corridas de classificação, que serão testadas neste ano, mas afirmou que a Fórmula 1 não precisa desse artifício para se tornar mais atraente para o público

Verstappen arrisca na estratégia e bate Hamilton: os melhores momentos do GP da França (GRANDE PRÊMIO com Reuters)

A Fórmula 1 decidiu inovar em 2021 e vai testar um novo formato para a definição do grid de largada dos GPs. Os circuitos de Silverstone e Monza vão sediar nesta temporada os ensaios da corrida de classificação. Essa é uma tentativa de melhorar o espetáculo e proporcionar um toque de imprevisibilidade às etapas. A decisão de aceitar a ideia foi unânime entre equipes, F1 e FIA (Federação Internacional de Automobilismo), mas há quem ainda torça o nariz para a proposta. Jean Todt, presidente da entidade máxima do esporte, entende que a Fórmula 1 não precisa desse artifício, embora compreenda que é importante entender o que pode ser melhorado no Mundial.

“Antes de tudo, nós não podemos chamar isso de corrida. Para mim, a corrida é a de domingo. Se você me perguntar se sou um grande fã desse formato, a resposta é não”, afirmou o dirigente ao ser questionado sobre o assunto durante o GP da França, no último fim de semana.

“Não acho que a F1 precise de algo assim. Porém, por outro lado, se as pessoas querem tentar algo novo, não vai prejudicar o GP de domingo. Será apenas uma forma diferente de ter uma corrida no domingo e não custa nada tentar.”

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Silverstone será palco da primeira corrida sprint de 2021 (Foto: AFP)

“Estou curioso para ver como será, mas tenho certeza de que não vai prejudicar a prova de domingo. As pessoas podem dizer que foi mais interessante no sábado que no domingo, mas esse não é um grande risco para a imagem e para a credibilidade do campeonato”, completou.

A Fórmula 1 pretende testar esse formato em três finais de semana de corrida em 2021: os GPs da Inglaterra e da Itália estão confirmados – resta apenas um, que pode ser o da etapa brasileira, em Interlagos.

Para isso, a programação será diferente: na sexta-feira, os pilotos disputam o primeiro treino livre pela manhã e, à tarde, realizando a classificação como é atualmente, dividida em três fases, que determinam as posições de largada para a corrida de classificação, que acontece na tarde do sábado e que terá 100 km. Pela manhã, porém, será do conduzido o segundo treino livre. O resultado dessa prova sprint, que render pontos ao top-3, vai estabelecer o grid do GP.

Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar