F1
04/02/2016 10:06

Presidente da Renault admite desejo de contratar Alonso, mas faz ressalva: “Não é minha responsabilidade”

Presidente da Renault, Carlos Ghosn admitiu que gostaria de ver Fernando Alonso guiando pela marca mais uma vez. Dirigente, entretanto, disse que cabe ao time definir suas contratações
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 O novo Renault, apresentado nesta quarta-feira (3) (Foto: Renault)
Presidente da Renault, Carlos Ghosn admitiu que gostaria de ver Fernando Alonso vestindo as cores do time mais uma vez. Bicampeão da F1, o asturiano conquistou seus dois títulos pela montadora francesa.
 
Falando ao jornal espanhol ‘AS’ durante o lançamento do RS16, Ghosn afirmou que gostaria de contratar Alonso, mas lembrou que trata-se de uma decisão que não cabe a ele.
Carlos Ghosn admitiu interesse em contratar Fernando Alonso (Foto: AFP)
“Se eu gostaria de contratar Alonso? Claro”, declarou. “Claro que eu gostaria, mas não é minha responsabilidade. É o time que tem a responsabilidade e eu apoio a decisão deles”, continuou.
 
“Durante os nossos anos na F1, fiz muitos amigos, conhecemos muitos pilotos talentosos e Fernando é um dos melhores — ele é, definitivamente, um dos melhores pilotos da F1 hoje”, frisou.
 
Além disso, Ghosn relembrou a saída do time da F1 e sublinhou que o comprometimento nesse retorno é bastante sólido.
 
“Quando nós deixamos a F1, outras grandes marcas como Honda e Toyota também saíram, porque a crise atingiu a todos nós”, recordou. “Nós agora acreditamos que é hora de tirar vantagem da nossa experiência e recuperar a história da nossa marca na F1. Nosso comprometimento é muito firme e nossa prioridade”, garantiu.

GALERIA: as imagens do Renault RS16
VEJA A EDIÇÃO #15 DO PADDOCK GP, COM LUCAS DI GRASSI