F1

Quarto em Baku, Verstappen fala em bom equilíbrio, mas evita metas por pouco tempo de pista

Quarto colocado no primeiro dia de treinos para o GP do Azerbaijão, Max Verstappen celebrou o bom equilíbrio do carro da Red Bull, mas evitou traçar metas para sábado, já que espera mudanças na ordem de forças por conta do pouco tempo de pista desta sexta-feira (26)

Grande Prêmio / Redação GP, de São Paulo
Max Verstappen fechou o primeiro dia de treinos para o GP do Azerbaijão com o quarto melhor tempo. O piloto da Red Bull fez a melhor de suas voltas em 1min43s793 e completou as atividades da Fórmula 1 nesta sexta-feira (26) em Baku a 0s921 de Charles Leclerc, o líder dos trabalhos. 
 
Após os treinos, Verstappen considerou que não saiu prejudicado pelo pouco tempo de pista, já que o TL1 foi encerrado antecipadamente por conta de um incidente com uma tampa solta de bueiro, uma vez que todos os pilotos foram afetados pela situação.
Max Verstappen (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Resultado de imagem para emoji microfonePaddockast #15: Você manja mais de Fórmula 1 do que Flavio Gomes?



 Ouça no Spotify
 Ouça no iTunes
 Ouça no Android
 Ouça no playerFM

“A falta de tempo de pista nesta manhã realmente não nos prejudicou, já que foi a mesma coisa para todo mundo e o TL2 é sempre a sessão mais importante de sexta-feira”, disse Verstappen. “A pista está muito escorregadia e, como deu para ver, era muito fácil travar as rodas ou escapar da pista, então era importante completar o máximo de voltas possível e se acostumar com as condições da pista”, seguiu.
 
“Você tem de pilotar no limite do carro com a aderência que tem e você vai construindo volta após volta, especialmente em pistas de rua de baixa aderência como esta, e você tem de estar pronto para se adaptar”, ponderou. 
 
Apesar do tempo mais curto, Max se disse satisfeito com o equilíbrio apresentado pelo carro da Red Bull nesta sexta.
 
“Estou satisfeito com o que atingimos hoje e agora vamos olhar os dados já que sempre existem áreas onde podemos melhorar, mas é mais uma coisa de ajuste fino”, apontou. “Nós não realmente expectativas para amanhã ainda e, com um único treino, todos ainda podem melhorar muito, mas o equilíbrio inicial parece bom e completamos um bom número de voltas com os dois pneus”, completou.
Apoie o GRANDE PRÊMIO: garanta o futuro do nosso jornalismo

O GRANDE PRÊMIO é a maior mídia digital de esporte a motor do Brasil, na América Latina e em Língua Portuguesa, editorialmente independente. Nossa grande equipe produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente, e não só na internet: uma das nossas atuações está na realização de eventos, como a Copa GP de Kart. Assim, seu apoio é sempre importante.

Assine o GRANDE PREMIUM: veja os planos e o que oferecem, tenha à disposição uma série de benefícios e experências exclusivas, e faça parte de um grupo especial, a Scuderia GP, com debate em alto nível.