Red Bull está perto da Mercedes em “inacreditável” Mugello, analisa Verstappen

Terceiro mais rápido do dia, Max Verstappen gostou do rendimento da Red Bull diante da rival Mercedes em Mugello. Já Alexander Albon, quarto colocado nesta sexta-feira, comentou sobre os riscos de escapar do veloz circuito italiano que recebe o GP da Toscana

O primeiro dia de treinos para o GP da Toscana, em Mugello, teve Max Verstappen na terceira posição — o piloto da Red Bull marcou 1min17s235 —, 0s246 atrás do líder Valtteri Bottas, da Mercedes. O bom desempenho do carro, diferente do que foi visto na última semana em Monza, animou o piloto.

Verstappen fez questão de ressaltar que em Mugello o carro da Red Bull melhorou muito na questão do equilíbrio, problema alertado pelos dois pilotos do time no GP da Itália.

“Não estamos distantes da Mercedes, isso é bom. Em termos de equilíbrio, há uma melhora e, no geral, estão satisfeito. É uma pista legal, com muitas curvas rápidas. É inacreditável, bem divertida de guiar. Não existem curvas lentas, gosto disso”, afirmou o holandês à Sky Sports após os treinos.

“Me senti bem hoje, mas no domingo deve estar mais quente. Pilotar 59 voltas aqui em sequência não será fácil, mas gosto do desafio. Não podemos reclamar”, completou.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Alexander Albon ficou 0s9 atrás do líder Valtteri Bottas no segundo treino livre (Foto: Getty Images /Red Bull Content Pool)

O outro piloto da Red Bull, Alexander Albon, também analisou as primeiras sessões de treinos livres em Mugello. Ele ressaltou que o carro ainda precisa de melhorias, mas mostrou confiança para o restante do fim de semana após o quarto melhor tempo da sexta-feira.

“Em alguns pontos, ainda precisamos encontrar mais equilíbrio no carro. Mas estou razoavelmente feliz após o sofrimento em Monza. Este é um circuito mais convencional, então torcemos para que tudo volte ao normal”, disse o tailandês.

“É uma pista muito veloz, não há espaço para erros. Você vê o que aconteceu com o Lando [Norris], você toca na brita e perde o controle do carro. É um circuito muito complicado. Da curva 1 até a 15, o carro é completamente diferente”, finalizou.

Neste fim de semana, a Fórmula 1 acelera pela primeira vez em Mugello, para o GP da Toscana. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube