Red Bull vê “fim de semana difícil” para Albon em Sóchi que acentuou dificuldades

Se Max Verstappen teve uma jornada bastante tranquila neste domingo, Alexander Albon andou na zona intermediária do GP da Rússia o tempo todo e marcou somente 1 ponto com o décimo lugar

Duas semanas depois de ter conquistado seu primeiro pódio na Fórmula 1, Alexander Albon enfrentou uma jornada das mais difíceis neste domingo (27) em Sóchi, palco do GP da Rússia, o décimo da temporada 2020. Na visão de Christian Horner, chefe da Red Bull, as características do circuito localizado no Parque Olímpico foram fundamentais para tornar a tarefa do anglo-tailandês ainda mais complicada.

Após ter largado somente em 15º lugar, tudo por conta de uma punição de cinco posições no grid por troca de câmbio, o piloto andou na zona intermediária para o fim do grid em praticamente toda a prova. Albon chegou a ser ultrapassado pela AlphaTauri de Pierre Gasly.

FÓRMULA 1; GP DA RÚSSIA; PIERRE GASLY; ALEXANDER ALBON;
Pierre Gasly passou Alexander Albon durante o GP da Rússia (Foto: F1/Twitter)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Alex terminou a corrida somente em décimo, faturando apenas um ponto. Tudo em contraste com o segundo lugar sólido e até tranquilo de Max Verstappen na corrida vencida por Valtteri Bottas nesta tarde.

O dono do carro #23 culpou as dificuldades com os pneus e, também, o tráfego intenso à sua frente ao longo da corrida. “Sofri com os pneus duros e depois com os médios. Fizemos o máximo que podíamos, mas foi difícil hoje. Estivemos no tráfego o tempo todo. Não conseguimos ter pista limpa e fazer boas voltas”, disse.

Horner evitou criticar de forma assertiva a performance de Albon, mas o dirigente britânico se mostrou bastante resignado.

“Alex é particularmente sensível a algumas das características do carro. Ele está sofrendo com isso, e elas são acentuadas neste tipo de circuito, com curvas curtas e grandes zonas de frenagem”, explicou.

“Obviamente, há muito para analisar sobre isso. Na segunda metade da corrida, ele se recuperou razoavelmente bem. Mas foi um fim de semana difícil para ele”, acrescentou Horner em entrevista à emissora Sky Sports em Sóchi.

Na visão do chefe da Red Bull, o resultado na Rússia vem como uma ducha de água fria para Albon depois da boa performance alcançada há duas semanas em Mugello, palco do GP da Toscana e do seu primeiro pódio na Fórmula 1. “Portanto, é uma pena, depois do pódio, há duas semanas, que este tenha sido provavelmente um dos finais de semana mais difíceis do ano para ele”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube