Ricciardo anuncia leilão e doações para vítimas de incêndios na Austrália

Principal nome da Austrália no automobilismo, Daniel Ricciardo leiloará o macacão que será utilizado na corrida que abre a temporada da Fórmula 1. Valor arrecadado será revertido em doações para vítimas de incêndios florestais que atingem o país. Toby Price e Scott McLaughin também anunciaram ajudas

Os incêndios florestais que atingem várias regiões da Austrália desde setembro de 2019 começaram a mobilizar personalidades do mundo do esporte a motor para ajuda e doações.
 
Principal piloto australiano, Daniel Ricciardo anunciou nas redes sociais que fez doações para duas instituições que prestam ajuda às vítimas do incêndio, que atingiram mais de 1200 casas e mataram mais de 24 pessoas.
 
"Austrália está sofrendo com gravíssimos incêndios florestais. Qualquer pessoa que tenha a gentileza de doar, por favor doe. Existe a Cruz Vermelha Australiana e a WIRES. Tenho certeza que existem mais entidades, mas estas são as duas que doei. Por favor, se puder, doe", disse o piloto da Renault.
Daniel Ricciardo (Foto: Renault)
Ricciardo também anunciou que o macacão que utilizará no GP da Austrália, em março, será leiloado e terá o valor revertido para as instituições mencionadas. Outros nomes que também anunciaram leilões foram Toby Price, atual campeão das motos no Dakar, e Scott McLaughin, atual bicampeão do Supercars.
 
"O macacão que usarei no próximo GP da Austrália será assinado e leiloado. O valor seguirá para estas duas instituições. Meus pensamentos estão com todos que sofrem neste momento, e vamos agir", anunciou Ricciardo.
 
O GP da Austrália será realizado entre os dias 13 e 15 de março, no circuito de Albert Park, em Melbourne.
 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube