Ricciardo crê em Red Bull na briga pelo título em 2018 se evitar mau começo: “Nossa crescente durante o ano é forte”

O australiano da Red Bull pensa em brigar pelo título na próxima temporada. Para isso, Daniel Ricciardo crê que a solução está em não repetir o começo de 2017, para que a equipe não fique muito para trás de Ferrari e Mercedes

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Das oito primeiras corridas da temporada 2017, Max Verstappen abandoou cinco, enquanto Daniel Ricciardo abandonou dois. A falta de confiabilidade no carro da Red Bull acabou acabando, logo cedo, com as chances da equipe em brigar com Mercedes e Ferrari pelo título da temporada.

Para Ricciardo, esse foi o problema da Red Bull em 2017 e, para 2018, o australiano crê que, caso esse mau começo não seja repetido, eles possam brigar pelo campeonato.

Em entrevista para o 'Motorsport', Ricciardo afirmou que o carro de 2018 já está mais desenvolvido e que é possível, sim, pensar nessa briga: "(Em 2017) Começamos com o pé errado. Mas nosso nível de desenvolvimento tem sido fantástico. Então realmente espero que, começando com o pé direito em 2018, possamos argumentar que somos os favoritos."

Daniel Ricciardo (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

"Se começarmos com o nível de desempenho que têm Ferrari e Mercedes, nossa crescente durante o ano é forte", seguiu o australiano, quinto colocado no Mundial 2017, com nove pódios.

O segredo para ele, agora, é acertar o motor. "Nosso chassi melhorou muito. Agora, o cenário é de motor como a coisa mais importante, mais do que chassis", finalizou.

O discurso de Ricciardo combina com o de Helmut Marko, consultor da Red Bull, que afirmou que a equipe está duas semanas adiantada no desenvolvimento do carro de 2018.

"Se o motor não apresentar falhas de confiabilidade, vamos poder lutar com os líderes desde a primeira corrida da temporada", disse Marko.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube