Ricciardo faz aposta com chefe da McLaren por pódio: pilotar carro de Earnhardt

Fã de Dale Earnhardt, Daniel Ricciardo encontrou motivação para alcançar pódio pela McLaren: seu chefe, Zak Brown, é dono de um dos carros do ex-piloto

Como foi o lançamento do primeiro carro da Alpine na F1 | GP Notícias

Daniel Ricciardo jamais escondeu que é um grande fã de Dale Earnhardt, heptacampeão da Nascar, cuja morte recém completou 20 anos. Ele, inclusive, usa o #3 como homenagem. E, agora, pode ter o ex-piloto como motivação na Fórmula 1, também.

É que ele revelou nesta semana que fez uma aposta com seu chefe na McLaren, Zak Brown: se alcançar um pódio no 2021 da categoria, vai poder pilotar um carro de Earnhardt.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

Ricciardo adotou o #3 na F1 como forma de homenagem a Earnhardt (Foto: Reprodução)

Como? Bem, Brown possui em sua coleção um Chevrolet do americano. E pegar um carro emprestado parece uma aposta mais realista do que a feita pelo australiano em 2020, quando desafiou Cyril Abiteboul, seu então chefe na Renault, a fazer uma tatuagem se subisse ao pódio – e subiu.

“Estava comendo com Zak e ele me disse que odeia agulhas, então não vamos falar de tatuagem. Acho que faremos algo diferente: ele tem uma grande coleção de carros, então vamos apostar um deles”, disse Ricciardo à revista inglesa ‘Motor Sport’.

“Talvez eu prefira uma tatuagem a perder um dos meus carros”, brincou em resposta Brown. “Ele quer dar uma volta no carro de Dale Earnhardt porque é um grande fã. Vou deixar, mas tem de me devolver inteiro”, completou.

Ricciardo pode utilizar tal aposta como motivação na McLaren: após dois anos na Renault com só dois pódios, a mudança de ares e a vontade de pilotar um carro de um ídolo podem mudar seu futuro na F1.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube