Às vésperas do 300º GP, Schumacher nega arrependimento por retorno: “Nem por um segundo”

Michael Schumacher descartou que tenha se arrependido de voltar à F1 apesar dos resultados obtidos nos últimos anos. Heptacampeão fará seu 300º GP no próximo domingo (2) em Spa-Francorchamps

Michael Schumacher garantiu que não se arrepende de ter voltado à F1 apesar dos resultados obtidos nos últimos anos. O germânico deixou a categoria em 2006, mas retornou três anos mais tarde vestindo as cores da Mercedes.

Sua segunda passagem pela categoria, no entanto, está longe de ser tão bem sucedida. Até aqui, o melhor resultado obtido por Schumacher na esquadra comandada por Ross Brawn foi um terceiro lugar no GP da Europa deste ano.

Apesar dos resultados, o companheiro de Nico Rosberg garantiu que não se arrependeu de ter largado a aposentadoria para voltar às pistas.
 

Schumacher negou arrependimento por ter voltado à F1 (Foto: Mercedes)


“Até agora, eu não me arrependi do meu retorno nem por um segundo”, falou Schumacher ao jornal germânico ‘Bild’. “Tiveram alguns ótimos momentos, mesmo que de fora não tenha parecido”, avaliou.

Com o futuro incerto, já que ainda não renovou seu contrato com a Mercedes, e sem chance de título em 2012, Michael ainda espera por bons momentos na temporada.

“Quanto a este ano, nós não precisamos falar do campeonato”, afirmou. “E o caminho para o ano que vem ainda não está claro. Eu ainda espero que este ano nós possamos conquistar mais dobradinhas”, encerrou.

O Grande Prêmio cobre 'in loco' neste fim de semana a 12ª etapa do Mundial de F1, o GP da Bélgica, direto de Spa-Francorchamps, com Evelyn Guimarães.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube