Sábado de classificação da Fórmula 1 na Áustria tem sol e chance zero de chuva

A natureza não trouxe chuva para a primeira classificação da F1 em 2020. O sol já brilha forte no Red Bull, situação diferente da vista na sexta-feira. A Mercedes começa como favorita

O clima segue melhorando em Spielberg, casa do Red Bull Ring e do GP da Áustria de Fórmula 1. Depois de treinos livres parcialmente afetados pela chuva, o sábado (4) de classificação tem outro panorama: o sol começou a dar as caras, garantindo pista seca na definição do primeiro grid de 2020.

De acordo com o Weather Channel, a chance de chuva é nula ao longo do dia. O amanhecer foi com céu ainda parcialmente nublado, mas nem isso vai durar: a expectativa é de que o sol reine absoluto durante a tarde.

O sábado começou ensolarado no Red Bull Ring (Foto: Reprodução/Twitter)

Entretanto, o clima não é garantia de vida mansa para equipes e pilotos. É que o sol leva a um aumento nas temperaturas: depois de uma sexta-feira em que os termômetros mal passaram dos 20°C, a mínima para a tarde é de 24°C. Isso sem levar em conta agravantes como sensação térmica e temperatura do asfalto, que podem mudar o comportamento dos carros.

Outra mudança na comparação com a sexta-feira é o vento. Os treinos livres renderam críticas dos pilotos nesse sentido, dizendo que rajadas mais fortes deixavam o carro instável em curvas. Essa desculpa já não cola mais, visto que o ar deve se movimentar com velocidade máxima de 7 km/h, considerada lenta.

A definição do grid acontece com a Mercedes como favorita absoluta. A equipe sobrou nos dois primeiros treinos livres, liderando com Lewis Hamilton e completando dobradinha com Valtteri Bottas. A incerteza é sobre quem vem atrás, com a divisão de forças do grid ainda sendo alvo de especulações.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube