Sauber anuncia contratação de ex-Caterham para cargo de diretor-técnico, vago desde saída de Key

A Sauber anunciou nesta quarta-feira (1) a contratação de Mark Smith, engenheiro britânico com passagens por Jordan, Red Bull, Force India e Caterham, para ser seu novo diretor-técnico

Começando no dia 13 de julho, Mark Smith será o novo diretor-técnico da equipe Sauber. O anúncio foi feito pela equipe nesta quarta-feira (1), às vésperas do GP da Inglaterra de F1.

Smith, britânico de 54 anos, já passou por Jordan, Red Bull, Force India e Caterham. Nesta última, permaneceu entre 2011 e 2014, ano em que o time fechou as portas.

Ele chega para assumir uma posição que estava vaga desde 2012, quando James Key saiu para a Toro Rosso. O time havia se reestruturado após o caso, mas sem a figura de um diretor-técnico.

A Sauber não tinha um diretor-técnico desde 2012 (Foto: Sauber)

"Depois de conversas com o comitê técnico, procuramos um diretor-técnico para a Sauber, e encontramos Mark. Mark Smith é um engenheiro com muita experiência na categoria e, acima de tudo, conhece o ambiente de uma equipe particular e os desafios que existem, e como é importante manter a calma e as coisas em perspectiva", afirmou a chefe Monisha Kaltenborn. "Conosco, ele encontra possibilidades técnicas em um nível muito alto. Desejamos a Mark um bom começo, e ele terá todo o nosso apoio." 


Na primeira fala sobre a nova casa, Smith disse que ficou impressionado com a estrutura que encontrou na fábrica de Hinwil, na Suíça. "Quando vi, imediatamente percebi as possiblidades que teria. O túnel de vento, o supercomputador, as máquinas. Tudo está em um nível muito alto. Para não deixar de falar da competência da equipe", declarou o engenheiro.
"Estes fatos foram razões convincentes para que eu me mudasse para Hinwil. O potencial da Sauber é enorme, o que não é tão evidente assim em um mundo que muda constantemente como o da F1. A fábrica de Hinwil tem todos os recursos para ser competitiva na F1", elogiou.

A Sauber, dentro de suas limitações, vem fazendo um ano razoavelmente bom na F1 com o brasileiro Felipe Nasr. O novato está em 11º com 16 pontos somados em oito corridas. O melhor resultado foi o quinto lugar no GP da Austrália.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube