Sauber prepara “segundo nome” para países com restrições a casas de apostas na F1

Chefe da Sauber, Alessandro Alunni Bravi disse que a equipe terá uma segunda nomenclatura, sem a patrocinadora Stake, para ser utilizada em países que restringem a publicidade de casas de apostas

Enquanto se prepara para estrear uma nova identidade visual a partir da temporada 2024 da Fórmula 1, a Sauber já admite que não poderá usar o nome oficial da equipe em todas as rodadas do campeonato deste ano. Batizada oficialmente com o nome de sua principal patrocinadora — Stake F1 Team —, a equipe vai precisar trocar de nomenclatura ao visitar países que proíbem anúncios de casas de apostas.

A situação já ocorreu no ano passado, e a equipe — então Alfa Romeo — precisou alterar o próprio nome em lugares como Bahrein e Austrália. Sem a marca italiana na identificação a partir de 2024, o chefe Alessandro Alunni Bravi admitiu que o time terá nomenclaturas diferentes ao longo da temporada na F1.

“[Em 2023], fomos Alfa Romeo F1 Team Stake em alguns países e Alfa Romeo F1 Team Kick em outros”, explicou Alunni Bravi. “Este ano, também teremos dois nomes diferentes, de acordo com os países em que estamos indo correr, para nos enquadrarmos nas leis locais”, disse.

“Nos lugares em que a Stake for proibida, devido às restrições de anúncios de casas de apostas, vamos usar Kick em nosso nome. A Kick também tem seu nome em nosso chassi, que é Kick Sauber. Então, teremos um segundo nome, que vamos apresentar em breve. Sabemos que não poderemos usar a marca Stake em alguns países”, detalhou.

A Kick, plataforma de streaming, dá nome ao chassi do C44 (Foto: Sauber)

Sobre a mudança completa de visual, saindo do já tradicional branco e vermelho da Alfa Romeo para uma pintura preta e verde em 2024, Alunni Bravi afirmou que era importante para a equipe renovar a própria identidade após o fim da parceria. Em 2026, a marca vai passar por uma nova transformação com a chegada da Audi.

“Para nós, depois de seis anos com a Alfa Romeo, era importante estabelecer uma nova identidade. Antes da [chegada da] Audi, é algo importante para nós. É claro, também é importante temos parceiros comerciais. Então, tiramos vantagem da oportunidade de termos grandes parceiras como Stake e Kick para criar essa nova identidade”, destacou.

Na opinião do chefe da equipe, a expansão da base de fãs da marca também passa pela identidade visual, que se apresentará como algo completamente novo a partir de 2024. Por outro lado, Alunni Bravi garantiu que a herança da Sauber não será esquecida.

A Sauber apresentou o C44 na última segunda-feira (5) (Foto: Reprodução)

“O Grupo Sauber está na F1 por 32 anos, mas isso não significa que tenhamos esquecido o que a Sauber significa. Significa que, nessas duas temporadas, queremos ter essa continuidade e criar uma nova identidade que também possa nos ajudar a atrair uma nova audiência, expandir nossa base de fãs e nos apresentar como algo novo”, finalizou.

Fórmula 1 retorna às pistas de 21 a 23 de fevereiro, com os testes coletivos da pré-temporada no Bahrein, no circuito de Sakhir.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra, Escanteio SP e Teleguiado.