Vettel alerta F1 para calendário inchado com 23 GPs: “A maioria das pessoas possui família”

Sebastian Vettel é mais uma voz no paddock que não gostou da ideia de 23 corridas na temporada 2022. O tetracampeão se mostrou preocupado com o tamanho do calendário e os impactos nas vidas de quem trabalha na Fórmula 1

A Fórmula 1 ainda não divulgou o calendário para a próxima temporada, mas divulgou que o plano é realizar 23 etapas. A confirmação oficial de quem entra ou sai será às vésperas do Conselho de Esporte a Motor da FIA, mas o novo cronograma já virou assunto no paddock da categoria. Sebastian Vettel, um dos mais experientes do grid, não gostou do alto número de provas previstas.

Além das 23 corridas, o chefão Stefano Domenicali já prometeu acrescentar 7 ou 8 corridas sprint para o calendário da temporada 2022, aumentando ainda mais os esforços de pilotos e equipes. Por isso, Vettel está preocupado com a situação física e emocional de quem viaja ao redor do mundo com a categoria.

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

Sebastian Vettel está preocupado com o tamanho do calendário de 2022 (Foto: Aston Martin)

“Não podemos negligenciar que somos um grupo de pessoas, de humanos viajando pelo mundo. Você pode fazer as contas. Se temos 52 finais de semana por ano e 23 desses são ocupados por provas, e em alguns meses não podemos correr em boa parte dos países, então a temporada fica muito corrida”, disse o tetracampeão mundial.

“O objetivo deve ser uma forma sustentável de fazer nossa temporada, não apenas como esporte, mas também como pessoas. Se você possui tantos envolvidos, os finais de semana são bem maiores do que os vistos na televisão. Os pilotos, na minha opinião, são os menos afetados”, seguiu.

Para Vettel, quem trabalha nos bastidores das equipes é quem sai mais prejudicado pelo calendário esticado da F1, por isso pediu atenção para essa situação.

“A maioria deles, engenheiros ou mecânicos, pessoal de apoio das equipes, possui família, filhos e pessoas que desejam cuidar. Por isso precisamos ter muita atenção onde colocamos nossos interesses”, finalizou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar