Speed trap: confira velocidades máximas de cada piloto na classificação do GP da Hungria

Paul di Resta alcançou 305,2 km/h no fim da reta dos boxes do circuito de Hungaroring durante a definição do grid de largada da 11ª etapa do Mundial de F1, em Budapeste

Dominante em Hungaroring neste sábado (28), Lewis Hamilton consolidou seu favoritismo, sobrou em relação aos seus adversários e foi o piloto mais rápido da sessão classificatória do GP da Hungria, 11ª etapa da temporada 2012 da F1. Mas o piloto que alcançou a maior velocidade máxima, medida pelos radares no fim da reta dos boxes, trecho mais rápido da pista, foi outro piloto empurrado por motor Mercedes: Paul di Resta.

O escocês da Force India, 12º do grid de largada, alcançou 305,2 km/h no fim da reta dos boxes no circuito de Hungaroring. A segunda melhor marca coube a Jean-Éric Vergne, que vai largar em 16º em Budapeste. O piloto da Toro Rosso cravou 304,9 km/h no trecho estabelecido pela F1. Depois, dois campeões: Fernando Alonso e Sebastian Vettel registraram as mesmas marcas: 303,1 km/h.

Bruno Senna anotou 302,6 km/h, mesma marca de Jenson Button. Hamilton, por sua vez, registrou 302,3 km/h, enquanto Felipe Massa foi o 12º da estatística, com 301,4 km/h.

F1, GP da Hungria, treino classificatório, speed trap:

 

 

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube