Stroll vê McLaren fora do alcance: “Nem se acertarmos tudo”

Lance Stroll afirma que o plano é brigar, mas que não vê a Racing Point na posição para alcançar McLaren e Renault. Canadense afirmou que o time de Woking chega a ser 0s5 mais rápido

Lance Stroll desembarcou no Brasil com a missão de levar pontos antes da última etapa da temporada, que acontece em Abu Dhabi. O piloto canadense ficou fora do top-10 nas etapas do México e dos Estados Unidos, perdendo a chance de superar Kimi Räikkönen na tabela de classificação.

Stroll seguiu a linha de vários pilotos e afirmou que Interlagos é uma pista de difícil ultrapassagem. Apesar disso, o canadense citou os desafios que o circuito paulistano traz, e o comparou ao formato de um kartódromo.

"Definitivamente", sobre as dificuldades de ultrapassar. "É meio apertada em alguns trechos. A volta é bem curta, então é uma pista desafiadora. Em uma volta, é um giro animado, é legal pilotar, tem características de kart. É uma volta curta, técnica, que combina curvas de alta com curvas de baixa. Ultrapassagem é o ponto negativo. A corrida, sem alguma mudança dramática no clima, pode ser bem chata", em entrevista acompanhada pelo GRANDE PRÊMIO.

Lance Stroll (Foto: Racing Point)
 

Interlagos é vastamente conhecida pelas mudanças climáticas que marcaram várias corridas. Com chuva, Stroll registrou seu melhor resultado em 2019, com o quarto lugar na Alemanha. O piloto canadense adoraria chuva, mas não é positivo.

 
"Não sou contra", brincou o piloto da Racing Point. "Sempre apimenta as coisas, deixa imprevisível. Vamos ver. Não parece que vai chover no domingo, mas isso pode mudar", declarou.

Stroll teve problemas com o treino classificatório em diversas etapas da F1 em 2019, com direito a eliminações na primeira fase dos treinos. Ele crê que o desempenho melhorou na segunda metade do ano, e citou as vantagens existentes de largar abaixo do top-10, com mais liberdade para variações na estratégia.

 
"Bem, se você estiver no top-12, é importante. Melhoramos a classificação no segundo semestre, tivemos falta de sorte em algumas corridas sem marcar muitos pontos. Na primeira parte da temporada, a classificação era muito dura, mas conseguiamos recuperar no domingo. É importante, sempre torna o dia mais fácil no domingo, que tem bastante estratégia, e isso pode ser melhor abaixo do top-10", citou.
Lance Stroll (Foto: Racing Point)

A Racing Point mira bater McLaren e Renault? Stroll adoraria, mas não enxerga o time no mesmo patamar das rivais, especialmente dos carros laranjas de Woking, que chegam a ser 0s5 mais rápidos que os do canadense e o do mexicano Sergio Pérez.

 
"Todo fim de semana", brincou o canadense quando perguntado se o objetivo é bater McLaren e Renault. "Não, eles são mais rápidos. Mesmo se conseguirmos acertar tudo, eles ainda são mais rápidos. McLaren é muito rápida, temos fins de semana melhores que a Renault, então podemos equilibrar, mas a McLaren é 0s5 mais rápida que nós, então, é fora do nosso alcance", completou.

O GRANDE PRÊMIO cobre in loco o GP do Brasil com os jornalistas Evelyn Guimarães, Felipe Noronha, Fernando Silva, Flavio Gomes, Gabriel Carvalho, Gabriel Curty e Pedro Henrique Marum, e o fotógrafo Rodrigo Berton. Acompanhe todo o noticiário aqui e tudo dos bastidores e das atividades em pista AO VIVO e em TEMPO REAL

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar