Surpreso com quarta colocação, Grosjean espera acompanhar ritmo da Red Bull em Suzuka

Piloto da Lotus não esperava conquistar uma posição tão boa no grid de largada para o GP do Japão. E, mesmo largando ao lado de Kamui Kobayashi, o franco-suíço espera ter força para seguir e, quem sabe, duelar por posições com a equipe austríaca

A Lotus não esperava mais do que a sexta colocação como melhor resultado no treino classificatório disputado neste sábado (6), mas Romain Grosjean foi mais além e, graças à punição a Jenson Button, vai largar na quarta colocação no grid de largada do GP do Japão. E o piloto está otimista e diz que pode acompanhar o ritmo da Red Bull, que ocupa a primeira fila da corrida.

"Acho que poderia ter ficado à frente de Kobayashi. A volta não foi a melhor, mas, em geral, em comparação com ontem, quando nós estávamos pensando que o sexto seria o melhor e estamos onde estamos, por isso estamos um passo à frente do que estávamos pensando seria o melhor”, comemorou o franco-suíço, companheiro de Kimi Räikkönen.

Grosejan espera acompanhar ritmo de Vettel e Webber no GP do Japão (Foto: Red Bull/Getty Images)

“Eu acompanhei a Red Bull e nós estamos mais ou menos com a mesma velocidade. Então, isso é um bom ponto e se tivermos um bom começo amanhã, então vou ver o que podemos fazer. Acho que eles são um pouco rápidos demais para nós, mas você nunca sabe o que pode acontecer com a pista melhorando”, explicou.

O piloto se mostrou preocupado com o desgaste dos pneus, mas espera que isso não afete o desempenho da Lotus durante o GP do Japão.

"Nós sabemos que o desgaste dos pneus é muito alto e precisamos ter cuidado na hora de usá-los. Temos visto algumas bolhas em alguns pneus e coisas do tipo Então, espero que amanhã não estar muito preocupado com isso e que isso não nos afete muito”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube