Trapalhada da Red Bull causa punição de dez posições a Ricciardo para GP do Bahrein

"Liberação insegura" autorizada pela equipe matou chances de Daniel Ricciardo pontuar na Malásia e comprometeu chances do australiano para o Bahrein

A cobertura completa do GP da Malásia no GRANDE PRÊMIO
As imagens do sábado da F1 na Malásia
icone_TV Automobilismo na TV: a programação do fim de semana

A Red Bull parece estar numa missão: a de impedir os sorrisos-mil de Daniel Ricciardo. Neste domingo (30), na Malásia, um problema no pit-stop do australiano fez com que os comissários considerassem "liberação insegura" do RB10 e puniram Ricciardo com a perda de dez posições para o GP do Bahrein, na próxima semana.
 
A equipe permitiu de forma bizarra que o substituto de Mark Webber voltasse à pista sem que o pneu dianteiro esquerdo estivesse devidamente preso. Com isso, mecânicos correram atrás do carro #3, parado apenas alguns metros à frente, para levá-lo de volta ao espaço rubro-taurino e terminar o serviço.
Red Bull está dificultando a vida de Ricciardo neste início de 2014 (Photo by Mark Thompson/Getty Images)
Faltavam 15 giros quando Ricciardo entrou nos boxes como quarto colocado, mas acabou perdendo uma volta inteira com a trapalhada e voltou na 14ª colocação. Porém não tardou até que a asa direita despencasse para a frente do pneu, obrigando o australiano a levar o carro de volta à garagem para encostar. 
 
Além disso, antes da metade da corrida, o chefe de equipe da Red Bull, Christian Horner, já havia informado que o fluxômetro do carro de Ricciardo estava parado, assim como aconteceu em Melbourne, causando a desclassificação do piloto.
 
A próxima oportunidade da Red Bull estragar uma corrida de seu novato é já no próximo domingo, na velha conhecida dos modelos 2014, Sakhir.

'TOP GEAR BARBADOS' com LEWIS HAMILTON e o GRANDE PRÊMIO

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube