Bottas aprova ritmo da Mercedes nos treinos em Portugal, mas prevê: “Vai ser apertado”

Valtteri Bottas registrou o melhor tempo do dia em Portimão. O finlandês se mostrou satisfeito com a performance como um todo da Mercedes, mas ressaltou problemas de equilíbrio do carro com pneus macios, apontando os médios como a melhor escolha até o momento

Lewis Hamilton liderou a sexta-feira de treinos em Portugal: veja os melhores momentos (Vídeo: GRANDE PRÊMIO com Reuters)

Valtteri Bottas foi o mais rápido desta sexta-feira (30) de treinos livres do GP de Portugal de Fórmula 1. Na sessão realizada nesta manhã no Autódromo Internacional do Algarve, o finlandês marcou 1min19s648, sendo 0s025 mais rápido que Max Verstappen, da Red Bull. No período da tarde, ninguém conseguiu melhorar o tempo registrado pela Mercedes #77 de Valtteri. Lewis Hamilton liderou a sessão vespertina com 1min19s837 como melhor tempo, enquanto Bottas marcou 1min20s181.

No geral, Bottas aprovou o ritmo geral da Mercedes em Portimão. Mas ressaltou que durante a tarde, ao usar pneus macios, o W12 se mostrou mais desequilibrado, especialmente na parte traseira. Valtteri considerou o cenário parecido com o que foi visto em outubro do ano passado, sobretudo em razão do asfalto mais escorregadio do traçado lusitano.

Bottas reportou dificuldades com os pneus macios nesta tarde em Portimão (Foto: Mercedes)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Acho que, em termos de ritmo, não foi um começo ruim. É bom ver que estamos lá, embora, novamente, vai ser apertado, não tenha dúvida”, disse o piloto em entrevista à emissora britânica Sky Sports F1, já prevendo outro embate com a Red Bull neste fim de semana.

Sobre a pista, Bottas deixou claro que não foi uma jornada fácil. “É uma impressão muito semelhante à do ano passado. Um asfalto bastante escorregadio, e a traseira do carro, especialmente, fica muito solta”.

“Não foi fácil conseguir voltas limpas. Quanto mais macio foi o pneu, mais difícil de guiar o carro ficou. O pneu médio parece ser o melhor para acelerar, mas ainda há muito trabalho a ser feito”, descreveu o piloto.

Valtteri reiterou que espera outra batalha contra a Red Bull, como já aconteceu no Bahrein e em Ímola. Na visão do finlandês, terceiro colocado em Sakhir e que não pontuou no GP da Emília-Romanha após acidente em que foi envolvido por George Russell, acredita que a pole-position vai ser definida no detalhe.

“Acho que vai ser bem apertado. É difícil dizer um exemplo. No treino livre 2, não tive um bom tempo com os pneus macios. Pode pender para qualquer lado. Quem encontrar esse tempo de volta durante [as avaliações dos dados] à noite, vai estar na pole”, concluiu.

A Fórmula 1 volta a acelerar neste sábado em Portimão. A partir de 8h (de Brasília), os pilotos aceleram para o treino livre 3, também com duração de 60 minutos. E às 11h, os competidores voltam à pista para a classificação que vai definir o grid de largada. O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP de Portugal de F1. Siga tudo aqui.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube