Bottas lidera TL3 no Catar. Hamilton é segundo e Verstappen, com problema no DRS, é 3º

Valtteri Bottas foi novamente o mais rápido em Losail. Lewis Hamilton foi o segundo, enquanto Max Verstappen fechou o top-3

Max Verstappen também apresentou problemas na asa móvel do carro no Catar (Vídeo: Reprodução)

Valtteri Bottas voltou a liderar a tabela de tempos da Fórmula 1 em Losail. Na tarde deste sábado (20), o finlandês foi o mais rápido do TL3 do GP do Catar ao anotar 1min22s310 como melhor volta, 0s078 à frente do seu companheiro de equipe, Lewis Hamilton.

Já a Red Bull voltou a mostrar comportamento estranho da asa traseira durante acionamento do DRS tanto com Max Verstappen como também com Sergio Pérez. O problema, que já se apresentou em Interlagos, também se refletiu na sexta-feira de treinos no Catar, o que levou a equipe taurina a trabalhar em cima das peças até o começo do treino.

Valtteri Bottas superou Lewis Hamilton por 0s078 e foi o mais rápido do TL3 no Catar (Foto: Mercedes)

Verstappen terminou em terceiro, 0s341 mais lento que Bottas, enquanto Pierre Gasly, com a AlphaTauri, alcançou o quarto melhor tempo no fim das atividades e superou a outra Red Bull, de Pérez. Carlos Sainz, com a Ferrari, foi o sexto, seguido por Fernando Alonso, da Alpine. Esteban Ocon, companheiro de equipe do bicampeão, foi o oitavo, enquanto Charles Leclerc, da Ferrari, e Yuki Tsunoda, da AlphaTauri, fecharam os dez primeiros.

A classificação acontece logo mais, a partir das 11h (de Brasília, GMT-3), sempre com transmissão ao vivo da Band, do canal por assinatura BandSports e do serviço de streaming F1 TV Pro. O GRANDE PRÊMIO acompanha todas as atividades de pista AO VIVO e em TEMPO REAL.

Saiba como foi o treino livre 3 do GP do Catar de Fórmula 1

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

O treino mal começou e já teve bandeira vermelha. Nikita Mazepin, que acelerou com um chassi antigo depois da troca providenciada pela Haas no fim de semana, enfrentou problemas na saída do pit-lane e ficou parado, o que levou a direção de prova a paralisar a sessão. O russo reportou um “barulho estranho”, e a equipe pediu para o piloto parar o carro logo de imediato.

A sessão foi retomada cerca de cinco minutos depois. O primeiro piloto a marcar tempo nesta tarde em Losail foi Esteban Ocon, que virou 1min24s864. Depois, foi a vez de Lando Norris fazer sua primeira volta, 0s825 mais lenta na comparação com o piloto da Alpine. Em seguida, a Mercedes mandou para a pista seus dois pilotos, Lewis Hamilton e Valtteri Bottas.

LEIA TAMBÉM
+Em meio à guerra, Mercedes e Red Bull encaram falhas em dia inconclusivo no Catar

RED BULL; MAX VERSTAPPEN; F1; FÓRMULA 1;
Mecânicos da Red Bull trabalham na asa traseira do carro de Max Verstappen no TL3 (Foto: Reprodução)

Mas a cena que chamou a atenção, antes mesmo do início do treino e na sessão adentro, foi dos mecânicos da Red Bull a trabalhar na asa traseira dos carros de Max Verstappen e de Sergio Pérez depois que o DRS dos dois bólidos apresentou problemas e balançou de forma estranha na sexta-feira, assim como já aconteceu também no Brasil.

Sem dificuldades, os carros da Mercedes pularam na frente. Com pneus macios, Valtteri Bottas virou 1min24s019, enquanto Lewis Hamilton superou o finlandês por pouco logo depois ao cravar 1min23s950, 0s069 mais rápido que o companheiro de equipe.

O primeiro carro da Red Bull a registrar tempo foi o de Sergio Pérez. O mexicano teve uma parcial melhor que a do heptacampeão no segundo setor, mas passou em quarto na tabela de tempos, que teve outras mudanças importantes. Fernando Alonso, que liderou o TL2 do GP de São Paulo, assumiu a ponta com 1min23s904. O bicampeão usava pneus médios. Ocon era o quarto, atrás também de Hamilton e Bottas e à frente de Carlos Sainz e Pérez.

Grande nome da sexta-feira ao colocar a AlphaTauri em segundo nos dois treinos livres do dia, Pierre Gasly escapou e rodou, em incidente sem maiores consequências. Logo depois, Bottas encaixou boa volta para cravar 1min23s387. Hamilton voltou a ser melhor que o colega de equipe depois de anotar 1min23s152. Alonso era o terceiro e Gasly, após boa volta, aparecia em quarto.

LEWIS HAMILTON; GP DO CATAR; LOSAIL; TREINO LIVRE 3; TL3; F1; MERCEDES;
Lewis Hamilton chegou a liderar a tabela de tempos no TL3 (Foto: Reprodução)

Foi quando Verstappen deixou os boxes para fazer as suas primeiras voltas rápidas. Mesmo com tráfego na pista, Max conseguiu deixar as duas Mercedes para trás na tabela de tempos, superou Hamilton por 0s031 e marcou 1min23s121. A aleta superior da asa traseira da Red Bull seguia com movimento muito estranho quando era acionada.

Já no início da meia hora final, três carros de três equipes diferentes ocupavam o top-3: Verstappen, Hamilton e Sainz, de Red Bull, Mercedes e Ferrari, respectivamente.

Mas a ordem na tabela de tempos mudou de novo depois de voltas muito rápidas dos carros da Mercedes. Hamilton virou 1min22s655 e reassumiu a liderança do treino, mas Bottas foi ainda melhor, deu o troco no heptacampeão e virou 1min22s573, 0s082 mais rápido que Lewis. Verstappen melhorou ligeiramente seu tempo, mas ficou em terceiro.

A Ferrari mostrou performance forte nesta tarde de sábado em Losail (Foto: Ferrari)

Uma das grandes preocupações das equipes era com os danos no assoalho dos carros, algo acentuado em razão da altura das zebras. Vários pilotos enfrentaram problemas em trechos como os da saída da curva 15.

Na pista, a Ferrari fazia um bom papel e tinha quarto e quinto lugares na tabela com Sainz e Charles Leclerc, respectivamente, os dois logo à frente da AlphaTauri de Gasly. A McLaren é que não estava bem e ocupava a 17ª e a 18ª posições com Daniel Ricciardo e Lando Norris.

Na reta final do treino, Pérez voltou à pista e subiu para terceiro, superando logo seu companheiro de equipe. Naquele momento, enquanto Verstappen estava ainda nos boxes, Hamilton tratou de fazer a nova melhor marca do fim de semana: 1min22s388. Entre a dupla da McLaren, Ricciardo subiu para décimo e Norris, o 13º. Outro que melhorou foi Gasly, que voltou a uma posição de destaque ao avançar para o sexto lugar.

Bottas foi pior que Hamilton no primeiro setor, mas evoluiu bem ao longo da volta em sua última simulação em ritmo de classificação e virou o melhor tempo no último trecho da pista. Assim, o finlandês voltou à liderança da tabela com 1min22s310, só 0s078 mais rápido que o britânico.

Quando restavam 6 minutos para o fim do TL3, Verstappen voltou para a pista, enquanto a Mercedes trocou a asa dianteira do carro de Hamilton. Em sua última simulação em classificação, Max passou 0s2 mais lento que Bottas no primeiro setor, reduziu a margem para 1s no segundo trecho da pista e virou 1min22s651, ainda assim 0s341 mais lento que a Mercedes #77.

Hamilton ainda partiu para uma última tentativa de volta rápida, mas pegou tráfego pela frente e não conseguiu melhorar o tempo. Desta forma, Bottas se consolidou como o mais rápido do TL3 no Catar.

LEIA TAMBÉM
+Bandeira de gesto histórico de Hamilton em Interlagos era de fã de Verstappen

Fórmula 1 2021, GP do Catar, Losail, treino livre 3:

1V BOTTASMercedes1:22.310 17
2L HAMILTONMercedes1:22.388+0.07816
3M VERSTAPPENRed Bull Honda1:22.651+0.34110
4P GASLYAlphaTauri Honda1:22.835+0.52517
5S PÉREZRed Bull Honda1:22.846+0.53614
6C SAINZFerrari1:23.048+0.73817
7F ALONSOAlpine Renault1:23.186+0.87613
8E OCONAlpine Renault1:23.209+0.89918
9C LECLERCFerrari1:23.276+0.96617
10Y TSUNODAAlphaTauri Honda1:23.567+1.25720
11D RICCIARDOMcLaren Mercedes1:23.711+1.40114
12S VETTELAston Martin Mercedes1:23.884+1.57417
13L NORRISMcLaren Mercedes1:23.895+1.58516
14G RUSSELLWilliams Mercedes1:23.923+1.61317
15L STROLLAston Martin Mercedes1:24.154+1.84417
16K RÄIKKÖNENAlfa Romeo Ferrari1:24.246+1.93619
17A GIOVINAZZIAlfa Romeo Ferrari1:24.288+1.97817
18N LATIFIWilliams Mercedes1:24.499+2.18915
19M SCHUMACHERHaas Ferrari1:24.680+2.37020
20N MAZEPINHaas Ferrari 1
  Tempo 107%1:28.072+5.762 
Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar