F1

Vandoorne vê McLaren melhor que há um ano e diz que 2018 “não está perdido”

Stoffel Vandoorne não faz um bom ano com a McLaren, mas acha que a temporada ainda segue com possibilidades de melhora para a equipe - ao menos visando 2019 e o aprendizado a ser levado
Warm Up / Redação GP, de São Paulo
 Stoffel Vandoorne (Foto: McLaren)

O ano da McLaren está longe do ideal: apenas sétima  colocada no Mundial de Construtores, tem dependido dos pontos que Fernando Alonso 'arranca' na pista. Parte disso é culpa de Stoffel Vandoorne, que vem fazendo temporada fraca, com apenas oito pontos conquistados.

Mas, para o belga, ainda é possível que as coisas melhorem em 2018. Em entrevista ao portal 'Crash', ele comentou sobre a situação da equipe.

"Eu não daria 2018 por perdido", afirmou. "Vamos levar atualizações para a pista, vmaos entender em que lugares nosso carro não tem tanta velocidade, porque vamos precisar disso para o desenho (do carro) do próximo ano", seguiu.
Stoffel Vandoorne (Foto: McLaren)
"Os resultados não vem sendo os que queríamos, mas se lembrarmos em que posição estávamos no ano passado, estamos melhores agora", afirmou Vandoorne.

Ele ainda evitou estabelecer um prazo para melhora da McLaren, muito menos falou sobre o tempo que levará para a equipe voltar a vencer na F1.

"Não há um prazo específico, sabemos que nada pode mudar da noite para a manhã, ou de uma corrida para a outra. É preciso tempo, é muito difícil. Não sei quando voltaremos ao caminho das vitórias, espero que logo, mas acredito que algumas coisas precisam mudar e que daremos um passo positivo para o futuro", finalizou.