Verstappen critica direção de prova por safety-car no GP de Eifel: “Perigoso com pneus frios”

O holandês da Red Bull terminou o GP de Eifel em segundo, mas não deixou barato a entrada do safety-car após abandono de Lando Norris, que esfriou os pneus e quase colocou tudo a perder em Nürburgring

Max Verstappen cruzou a linha de chegada do GP de Eifel, 11ª etapa da temporada 2020 da Fórmula 1, neste domingo (11), somente atrás de Lewis Hamilton, na segunda colocação. Mas o holandês de 23 anos recém-completados não teve motivos apenas para sorrir. O piloto da Red Bull não gostou nada da atitude da direção de prova, que acionou o safety-car depois do abandono de Lando Norris, na volta 46. Com a temperatura no asfalto em torno de 16ºC, o ritmo lento comprometeu mais ainda o desempenho dos pneus.

O holandês perdeu a chance de encostar em Hamilton na relargada e, por pouco, não foi ultrapassado por Daniel Ricciardo, da Renault. Para o dono do carro #33, a atitude foi perigosa, principalmente para os pilotos que estavam com pneus frios naquele momento.

“A pista estava muito fria e eu entendo que eles queiram amontoar o pelotão, mas isso afeta os pneus desses carros”, afirmou Max logo depois da corrida.

Apesar do contratempo, Verstappen gostou do segundo lugar conquistado em Nürburgring. Largou em terceiro e assumiu o posto após abandono de Valtteri Bottas. Além dos 18 pontos conquistados, fez a melhor volta da corrida com 1min28s139, que lhe rendeu um ponto extra.

GP DE EIFEL; LEWIS HAMILTON; MAX VERSTAPPEN; NÜRBURGRING; PÓDIO;
Lewis Hamilton e Max Verstappen no pódio em Nürburgring (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)


Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Acho que no geral foi uma boa corrida. Quer dizer, eu só estava tentando seguir Hamilton quando Bottas desistiu. Acho que o ritmo estava bom e apenas tentando fazer a nossa própria corrida”.

Sobre a volta mais rápida, Verstappen arriscou tudo na volta 60 e isso possibilitou à estrela da Red Bull a melhor volta do dia. “Na última volta, pensei em tentar ver o que acontecia e, desta forma, conseguimos. Muito feliz com isso”, disse o piloto.

A Fórmula 1 volta em duas semanas com o GP de Portugal em Portimão. O GRANDE PRÊMIO acompanha tudo AO VIVO e em TEMPO REAL.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube