Verstappen prevê luta dura com Ricciardo pelo título, mas garante boa relação: “Não vai ser como na Mercedes”

A grande evolução lograda pela Red Bull na temporada passada faz Max Verstappen acreditar que tanto ele quanto Daniel Ricciardo vão lutar pelo título em 2017. Contudo, em que pese as batalhas que estão por vir, o holandês acredita que a relação com seu companheiro de equipe seguirá bastante saudável

 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Encerrada no fim da temporada passada, a intensa rivalidade entre Lewis Hamilton e Nico Rosberg segue ecoando no mundo da F1. A relação entre os pilotos, que era boa, se esfarelou depois que a Mercedes virou a protagonista a categoria. Duras batalhas nas pistas e nos bastidores marcaram os últimos anos. Mas a surpreendente aposentadoria de Rosberg encerrou a ‘guerra fria’ nos boxes da Mercedes.

 
Max Verstappen tem muita esperança de que a Red Bull será uma grande candidata ao título em 2017. Entretanto, o jovem de 19 anos não acredita que o filme visto nos últimos anos na Mercedes vá se repetir na equipe taurina. A confiança é de que a boa relação com Daniel Ricciardo permaneça, mesmo com ambos lutando por vitórias. Ainda que haja uma perspectiva de certa tensão.

window._ttf = window._ttf || [];
_ttf.push({
pid : 53280
,lang : “pt”
,slot : ‘.mhv-noticia .mhv-texto > div’
,format : “inread”
,minSlot : 1
,components : { mute: {delay :3}, skip: {delay :3} }
});

(function (d) {
var js, s = d.getElementsByTagName(‘script’)[0];
js = d.createElement(‘script’);
js.async = true;
js.src = ‘//cdn.teads.tv/media/format.js’;
s.parentNode.insertBefore(js, s);
})(window.document);

Verstappen confia em manter boa relação com Ricciardo caso a Red Bull lute pelo título em 2017 (Foto: Red Bull Content Pool)
“Não acho que vai ser igual. Nós temos muito respeito. É normal que busquemos bater um ao outro e nós vamos lutar duramente para conquistar o título. Temos uma boa relação, trabalhamos bem juntos e convivemos bem. No fim das contas, vamos ver na pista qual piloto vai vencer”, declarou o piloto holandês em entrevista ao diário italiano ‘La Repubblica’.
 
Em 2016, Verstappen e Ricciardo chegaram a lutar de forma dura em algumas provas. A disputa mais marcante aconteceu no GP da Malásia. Foi um duelo intenso que, após o abandono de Lewis Hamilton, valeu a vitória, conquistada pelo australiano. Porém, foi uma batalha leal, como Verstappen espera que seja ao longo da temporada 2017.
 
As últimas semanas de Verstappen foram dedicadas ao treinamento físico. Como tantos outros pilotos, Max vem se dedicando a ganhar massa muscular para suportar a condução dos novos e desafiadores carros da F1. Carros que vão contar com pneus mais largos e robustos, os quais o jovem da Red Bull já teve uma primeira impressão em novembro.
 
“Testei duas vezes em Abu Dhabi. No geral, acho que as respostas foram positivas, ainda que tenhamos de ver como vai ser a última versão, porque até o momento somente testamos. Treinei muito neste inverno. Dezembro foi meu único mês praticamente livre de tudo”, disse.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Por fim, ao ser questionado pela publicação italiana sobre a possibilidade de um dia correr pela Ferrari, Verstappen não descarto. Mas deixou claro que, no momento, seu coração e seu pensamento estão na Red Bull.

 
“No momento não penso nisso. Tenho contrato com a Red Bull, é importante ser fiel a quem me deu a chance de chegar à F1. Mas nunca diga nunca, agora tenho 19 anos e espero correr por mais 15 ou 16 anos”, concluiu.
 

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “8352893793”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 250;

PADDOCK GP #64 RECEBE FELIPE GIAFFONE E DEBATE CRISE NA F-TRUCK

.embed-container { position: relative; padding-bottom: 56.25%; height: 0; overflow: hidden; max-width: 100%; } .embed-container iframe, .embed-container object, .embed-container embed { position: absolute; top: 0; left: 0; width: 100%; height: 100%; }

fechar

function crt(t){for(var e=document.getElementById(“crt_ftr”).children,n=0;n80?c:void 0}function rs(t){t++,450>t&&setTimeout(function(){var e=crt(“cto_ifr”);if(e){var n=e.width?e.width:e;n=n.toString().indexOf(“px”)

var zoneid = (parent.window.top.innerWidth document.MAX_ct0 = '';
var m3_u = (location.protocol == 'https:' ? 'https://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?' : 'http://cas.criteo.com/delivery/ajs.php?');
var m3_r = Math.floor(Math.random() * 99999999999);
document.write("”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube