Verstappen releva classificação no domingo em Suzuka: “Não é o fim do mundo”

Max Verstappen gostou do rendimento da Red Bull, sobretudo no segundo treino livre. O holandês minimizou o dia fora da pista que vai ter no sábado em razão do avanço do supertufão Hagibis e até planeja disputar um torneio online no PlayStation junto com Carlos Sainz e Lando Norris em um hotel nas cercanias do circuito de Suzuka. Alexander Albon endossou o companheiro de equipe ao dizer que a Red Bull precisa trabalhar duro para alcançar as Mercedes

A Mercedes fechou a sexta-feira (11) de treinos livres do GP do Japão na frente com seus dois carros. Assim como aconteceu na primeira sessão, a jornada da tarde teve dobradinha formada por Valtteri Bottas e Lewis Hamilton. Max Verstappen, que não foi tão bem pela manhã e ficou apenas em quinto, distante 1s315 do melhor tempo, evoluiu muito no segundo treino e terminou em terceiro, somente 0s281 mais lento que o finlandês. Max entende que a Mercedes desponta mesmo como a grande força e, embora satisfeito com a performance taurina, acredita que vai ser preciso trabalhar duro para alcançar as Flechas de Prata.
 
Mas o grande assunto do dia em Suzuka foi o cancelamento das atividades previstas para sábado, com o treino classificatório sendo agendado para domingo pela manhã. Nada que preocupe o holandês, que já contava com um dia extra livre e já está se programando para o tempo que vai ter à disposição no sábado.
 
“É só um dia livre, e aí vamos estar de volta no domingo pela manhã. Não é o fim do mundo ou alguma coisa dramática acontecendo. É simplesmente a mudança da classificação e você pula o terceiro treino, mas não fico pensando nisso, acho que quanto menos corrermos, melhor para mim”, declarou.
Max Verstappen foi o terceiro mais rápido do dia em Suzuka (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Verstappen está planejando até disputar um torneio de videogame com Lando Norris e Carlos Sainz. “Amanhã vamos ficar no hotel. Tenho meu PlayStation comigo, então talvez fique apenas jogando nele. Talvez devêssemos organizar um torneio”, brincou o piloto.
 
Ao avaliar os trabalhos durante o dia, Max deixou claro que ainda é preciso trabalhar para seguir evoluindo e poder lutar com as Mercedes de Bottas e Hamilton no domingo.
 
“No geral, foi uma sexta-feira bastante normal. Demos apenas algumas voltas extras. Tudo correu bem”, explicou. “Acho que o primeiro treino não foi tão bom, mas fizemos muitas mudanças e melhoramos muito na segunda sessão. Pareceu um pouco mais promissor. No entanto, ainda há muito espaço para melhorar, ainda não estamos onde queremos, mas vamos seguir trabalhando duro”, disse.
 
“Vamos ver as informações para ver o que mais podemos ajustar. Agora temos um dia extra para isso, mas a Mercedes ainda é muito rápida, então temos algum trabalho a fazer”, concluiu.
Alexander Albon guiou pela primeira vez em Suzuka (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Alexander Albon, sexto colocado nas duas sessões do dia, endossou o discurso do companheiro de equipe. “Acho que está tudo ok. A Mercedes parece muito rápida. Há muito trabalho a ser feito e, obviamente, vamos ver no domingo, se estiver seco”, disse o anglo-tailandês.
 
“Estou muito feliz sobre como foi o dia hoje, estou adorando a pista, então mal posso esperar para voltar. O setor 1 é muito impressionante e estou me divertindo. Estou me sentindo muito mais à vontade do que em Sóchi, mas ainda tenho muito trabalho a fazer. É minha primeira vez pilotando aqui, e não correr amanhã significa menos tempo para que eu possa aprender a pista, o que não é o ideal. Vai prejudicar um pouco, mas é o mesmo para todo mundo”, salientou Alex.
 
“Nosso carro está melhorando e não acho que o equilíbrio esteja longe. Estamos evoluindo bem e ainda há mais por vir. Agora é ajustar as coisas e encontrar mais alguns décimos. Vamos ver o que acontece na classificação no domingo, já que o sexto lugar talvez não seja exatamente o que nós queremos”, completou.
 
O novato também já pensa no que vai fazer no inesperado dia livre no Japão. “Não tenho nada planejado para amanhã, mas ouvi dizer que tem um boliche no nosso hotel, então talvez façamos isso”, finalizou.
 
O GRANDE PRÊMIO acompanha AO VIVO e em TEMPO REAL todo o fim de semana do GP do Japão de F1. Siga tudo aqui.
Paddockast #37
GRANDES RIVALIDADES INTERNAS 

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube