Verstappen se recusa a dar nota para próprio ano: “Sou crítico e sempre posso melhorar”

Lewis Hamilton acha que teve uma temporada, até aqui, nota 8,8. Sebastian Vettel, pior: nota 5. Mas a nota de Max Verstappen não foi possível saber: o holandês diz que não gosta de se avaliar com números

A Fórmula 1 foi para as férias ao final do GP da Hungria do último domingo (4). Lewis Hamilton venceu, Max Verstappen foi segundo e Sebastian Vettel completou o pódio.

Isso significou que o trio teve as férias adiadas por alguns minutos, já que precisaram obrigatoriamente passar pela entrevista coletiva pós-prova. E, nesta, ocorreu um momento curioso.

Max Verstappen e Lewis Hamilton (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)
Paddockast #27
Schumacher e Vettel: UNIDOS POR UM RECORDE

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

Questionados sobre quais notas dariam para as próprias temporadas após as 12 etapas realizadas antes do mês de folga, os três tiveram respostas diferentes. O líder da temporada e dono de oito vitórias disse que se dá um "8.8, ou 8.9".

Vettel, afastado da briga pelo título, foi honesto: nota 5. "Acho que sofri aqui e ali para tirar o máximo do meu carro", comentou.

Mas Verstappen surpreendeu: "Não me avalio com números", disse. Vettel, surpreso, respondeu: "Se avalia com o que, então? Letras?". E aí o holandês foi mais sério. Ou quase.

"Não, é que eu odeio colocar números nisso porque me lembra da escola, o que não faz muito tempo, na verdade", brincou. Verstappen tem 21 anos.

"Eu sou sempre crítico e aco que sempre posso melhorar. Nunca estou satisfeito. Acho que tem isso um ano bem positivo e com bons  resultados, mas sempre há no que trabalhar", seguiu.

Max Verstappen e Lewis Hamilton (Foto: Getty Images/Red Bull Content Pool)

Após insistir com Vettel de que achava estranho se auto avaliar, ouviu Hamilton discordar: "É mais fácil se avaliar porque você lembra os erros que cometeu, o que fez de bom, o que ficou na média."

"Acho que Max pilotou de forma excepcional particularmente nestas três ou quatro últimas corridas. Então, se isso continuar, ele vai passar a merece um 9, ou até 10", finalizou Hamilton, concluindo um curioso momento de descontração entre os pilotos.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar