Vettel afirma que “seria estúpido” F1 ignorar questões ambientais

Sebastian Vettel mostrou ter preocupação com questões ambientais. O alemão apontou que seria estúpido a Fórmula 1 não se importar com o importante assunto, ainda mais sendo uma categoria mundial e com grandes avanços tecnológicos

Sebastian Vettel se mostrou preocupado com a atual situação do mundo. O tetracampeão admitiu que seria estúpido caso a Fórmula 1 simplesmente ignorasse questões ambientais que têm se colocado importantes.
 
Lewis Hamilton sempre foi um grande defensor do meio ambiente. Além de ter vendido o seu avião e não permitir que sua equipe use plástico, o hexacampeão também adotou uma dieta vegana – sem nenhum produto de origem animal.
 
Essa ideia de levar uma vida mais sustentável rendeu inclusive críticas ao titular da Mercedes. Pilotos como Romain Grosjean, Fernando Alonso e Lucas Di Grassi, o último ao GRANDE PRÊMIO, vieram a público questionar os ideais do #44.
 
Entretanto, o #5 agora apontou a importância da categoria se preocupar com questões ambientais. “A Fórmula 1 é um esporte internacional e com uma plataforma operacional ao redor do mundo. Então, com todos os fatos que estão disponíveis hoje em dia, não pode negligenciar e ignorar o que está acontecendo no mundo. Isso seria estúpido”, disse.
Sebastian Vettel (Foto: Ferrari)

“Então é justo perguntar opiniões e tudo mais, e obviamente muitas pessoas acompanham e são inspiradas pela F1 e acho que a categoria deve fazer muito mais do que está recentemente fazendo, você sabe, sobre o futuro”, seguiu.
 

“Se você tem um pensamento preto e branco vai dizer que é ruim o que fazemos para o meio ambiente, pois pilotamos um carro e queimamos combustível. Obviamente que a F1 pode desenvolver motores de fórmula, tecnologias e mais que vão nos ajudar, vão ajudar a mobilidade e o transporte no futuro para tornar mais eficiente, etc”, completou.
 
Vettel ainda apontou que combustíveis sintéticos podem ser uma boa solução para a F1. “No momento, temos um motor muito eficiente, mas é questionável quanto dessa eficiência vai seguir. Então acho que a F1, no geral, tem uma responsabilidade, e acho que cada um de nós tem responsabilidade de liderar, liderar por exemplo, e por isso sinto que devemos fazer muito mais”.
 
“Introduzir combustíveis sintéticos hoje ao invés de amanhã, por que não? É possível. Nossos motores conseguem correr assim, podemos fazer isso. Temos a potência do motor, das pessoas. Com certeza não é fácil, é um desafio. Mas não é fácil encontrar mais 50 cavalos também, e as pessoas estão dispostas a investir muito dinheiro, então não deve ser uma limitação”, concluiu.
 

Paddockast # 41
MAIORES VITÓRIAS DE HAMILTON NA F1

Ouça: Spotify | iTunes | Android | playerFM

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar