Vettel assume culpa por toque com Sainz e concorda com punição a Hamilton na Áustria

Sebastian Vettel participou de programa em rede de televisão austríaca e comentou sobre as decepções iniciais da Ferrari SF1000

Sebastian Vettel voltou a falar sobre o desempenho fraco no GP da Áustria, disputado no último domingo (5). Após largar em 11º, o piloto conquistou apenas 1 ponto ao completar em 10º lugar, oito posições abaixo do companheiro Charles Leclerc.

O piloto da Ferrari participou de um programa na emissora austríaca Servus TV, ao lado de Christian Horner, Max Verstappen e Pierre Gasly. O alemão de 33 anos comentou as deficiências da SF1000.

“No geral, a velocidade faltou ontem e ainda estamos analisando. Existem duas ou três coisas longe do ideal. O carro estava irreconhecível comparado ao que senti na sexta-feira, por isso foi um dia difícil para mim”, contou o tetracampeão mundial.

Sebastian Vettel
Sebastian Vettel rodou ao tentar ultrapassar Carlos Sainz no GP da Áustria (Foto: Reprodução)

Vettel também comentou a rodada na volta 31. O piloto tentou um ataque em Carlos Sainz na curva 3, mas se viu ao contrário e caiu para o fim do pelotão. Sebastian deu seu ponto de vista sobre o incidente, assumindo culpa.

“Não era para ser um ataque, queria apenas estar perto. Charles e Carlos estavam brigando e eu não esperava que o Carlos fechasse a porta. Foi culpa minha, não nos tocamos. Para quem não tem freio de mão, eu fiz um bom trabalho, não foi de propósito rodar daquele jeito”, declarou.

Outro acidente que marcou a corrida foi de Alex Albon, da Red Bull, com Lewis Hamilton, da Mercedes. O anglo-tailandês tentou ultrapassar o hexacampeão por fora na curva 4, mas foi tocado e levou a pior. Sebastian concordou com a punição dada ao inglês, que ficou fora do pódio.

“Eu não acho que o Lewis queria acertar o Alex, mas é claro que foi culpa dele. Alex fez um bom trabalho, não é fácil passar naquela curva, então ele mostrou coragem e fez tudo correto. Acho que a punição foi justa”, disse.

Vettel também falou sobre a decepção com a SF1000 em relação ao começo do ano, e espera que algumas atualizações do carro sejam implantadas já no GP da Estíria, e não na Hungria, como previsto.

“O carro não é forte quanto esperávamos. Vamos ver o quão longa será a temporada. Não estamos onde queríamos. O time trabalha duro, e se tivermos sorte, teremos algumas partes das atualizações nesta semana, mas não está confirmado”, concluiu.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube