Vettel revela sentimentos mistos com recorde de Hamilton: “Schumacher é meu herói”

Questionado sobre a chance de Lewis Hamilton empatar o recorde de vitórias de Michael Schumacher, Sebastian Vettel afirmou que está feliz pelo rival e triste pelo herói que será superado

O GP da Rússia acontece cercado de holofotes pela possibilidade de Lewis Hamilton igualar a marca de Michael Schumacher e se tornar o maior vencedor da história da Fórmula 1, com 91 triunfos. Quem comentou sobre o assunto foi Sebastian Vettel, que está atrás de ambos na lista.

Na coletiva de imprensa da Fórmula 1, o tetracampeão mundial, que venceu 53 vezes, revelou sentimentos mistos sobre o feito, já que ainda tem Schumacher como um ídolo, mas reconhece a importância do rival Hamilton nos últimos anos.

“Assistindo aos últimos anos, pudemos ver Lewis se aproximando do recorde. E se ele alcançar isso – acho que é questão de tempo – eu ficarei triste porque Michael ainda é meu herói”, comentou o alemão.

Sebastian Vettel conseguiu, com muito esforço, fechar a zona de pontuação em Mugello (Foto: Ferrari)

“Do outro lado, ficaria muito feliz pelo Lewis. Acho que ele merece todo o sucesso que teve nos últimos anos e que vai ter neste e nos próximos anos. É meio a meio, sentimentos mistos, mas é como sinto”, disse.

Vettel não vence uma corrida desde o GP de Singapura de 2019. O veterano comentou sobre o quão difícil parecia bater o recorde de Schumacher.

“É claro que estou longe, mas sempre foi um destes números que parecia impossível até o ponto que alguém chega lá e bate”, completou.

Em 2020, Sebastian Vettel ocupa a 13ª posição do campeonato, com 17 pontos. O melhor resultado do piloto foi o sexto lugar no GP da Hungria.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube