Vídeo: torcedor flagra forte acidente entre Alonso e Räikkönen no GP da Áustria por ângulo diferente

Um vídeo registrado das arquibancadas mostrou um ângulo melhor do acidente envolvendo Fernando Alonso e Kimi Räikkönen na primeira volta do GP da Áustria. Entenda como a grave batida se desenrolou

Um vídeo registrado por um torcedor nas arquibancadas do Red Bull Ring mostra por um ângulo diferente, e até melhor, do que os que foram exibidos na transmissão do GP da Áustria neste domingo (21), o acidente entre Kimi Räikkönen e Fernando Alonso. Do lado externo do traçado, as imagens mostram bem o momento em que o finlandês perde o controle da Ferrari e coleta a McLaren do espanhol.

O forte acidente acabou com as corridas de ambos e provocou uma longa intervenção do safety-car, que só foi deixar a pista no início da volta 7. Felizmente, os dois campeões mundiais saíram ilesos.

As imagens do GP da Áustria de F1
#GALERIA(5357)
Tudo começou no sábado

Classificar-se atrás em uma corrida é se convidar para a confusão que sempre acontece em meio à 'turma do fundão' na largada. Räikkönen sabia disso e não estava nada contente na tarde de sábado.

No treino classificatório na Áustria, o finlandês acabou eliminado no Q1 pelo o que explicou como uma falha de comunicação da Ferrari. Com a pista secando durante uma sessão que começou com o piso molhado, ele alegou não ter sido informado pelos engenheiros de uma mudança nos planos. E falou: "Temos curvas complicadas quando se está no meio do grid. É muito fácil acontecer alguma coisa nas primeiras curvas, então você tenta se livrar de toda a merda da primeira volta. Só então vamos poder avançar, mas nunca sabemos o que pode acontecer na prova”.

Na chuva do sábado, Räikkönen se complicou (Foto: AP)

Como ele foi parar perto de Alonso

Kimi, de fato, não teve a chance de reagir. Embora tenha ganho quatro posições por causa das punições impostas aos dois carros da McLaren e aos dois da Red Bull, subindo de 18º para 14º no grid, ele se viu encaixotado pelos carros da Lotus na curva 2, e chegou a colocar a roda dianteira esquerda na grama.

Depois de contornar o grampo e entrar por fora na terceira longa reta do Red Bull Ring, ele 'deu o pé'. Acontece que, ali, as rodas traseiras patinaram bastante, e ele foi perdendo posições. Por isso que acabou alcançado por Alonso, apenas o 19º no grid.

A descrição feita por Alonso ajuda a entender: "Eu estava no lugar errado. Foi muito estranho, pois ele perdeu o carro em quinta marcha ou algo assim. Assustador, obviamente. Ele largou com o macio [pneu mais duro do fim de semana] e teve as rodas patinando na curva 2. O carro fez um zigue-zague, vários carros estavam ultrapassando, e então ele perdeu o carro quando eu estava passando pela esquerda." Foi o quarto abandono seguido de Alonso, algo inédito em sua carreira de quase 250 GPs na F1.

Alonso toca Räikkönen e acaba com McLaren sobre a Ferrari na Áustria (Foto: Reprodução TV)

O novo vídeo do acidente deixa claro, inclusive, que havia espaço mais do que suficiente para que Alonso fizesse a ultrapassagem. O bicampeão deu muito azar de ter sido justamente o 'escolhido'.

"Pareceu que o Kimi tentou acelerar, tem muito pouca aderência lá, perdeu a traseira, foi para um lado e tentou corrigir, e então foi para o outro lado", relatou Jenson Button, que era o último da fila. "Um acidente horrível. Você nunca quer que os carros acabem em cima um do outro."

 
De acordo com o Alonso, o impacto medido em seu carro foi de 34G. É a segunda batida forte em que ele se envolve neste ano — nos testes de pré-temporada, ele se acidentou em Barcelona, sofreu uma concussão e foi obrigado a ficar de fora do GP da Austrália.

Mas, desta vez, a preocupação ficou concentrada em Kimi, uma vez que a McLaren passou por cima da Ferrari e quase atingiu a cabeça e a mão esquerda do finlandês. "Tive a sorte de não atingir a cabeça de Kimi", admitiu o espanhol. "Eu não conseguia ver nada, por causa da posição do banco, estava olhando apenas para o céu. Quando vi no espelho, percebi que ele estava debaixo do meu carro. Desci rapidamente e vi que ele estava OK."

Os comissários investigaram o lance após a corrida e concluíram que nenhum dos pilotos merecia punição pelo ocorrido.

Alonso toca Räikkönen e acaba com McLaren sobre a Ferrari na Áustria (Foto: Reprodução TV)

Semelhança com o GP do Canadá?

Há duas semanas, em Montreal, Räikkönen era o terceiro colocado quando rodou sozinho em um grampo e perdeu o pódio para a Williams de Valtteri Bottas. Na ocasião, a explicação foi um problema no mapeamento do motor Ferrari. Neste domingo, o piloto insistiu não saber o que causou a perda de controle em alta velocidade, mas não acredita que as razões foram as mesmas do GP do Canadá.

"Normalmente, você começa a rodar na saída da curva, mas obviamente estava longe. O que quer que tenha acontecido me fez rodar. Se foi minha culpa, o resultado é o mesmo. Não é algo que esperamos acontecer e não sabemos exatamente a razão. Mas alguma coisa obviamente aconteceu", afirmou o ferrarista. Que resumiu o fim de semana em Spielberg: "Uma merda".

A próxima etapa do Mundial de F1 acontece daqui a duas semanas, em Silverstone, no Reino Unido.

determinarTipoPlayer(“15514046”, “2”, “0”);

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube