Williams defende Latifi e diz que diferença para Russell “não é tão grande quanto pensam”

Nicholas Latifi vai seguir na Williams em 2022, para a terceira temporada seguida com a equipe, e ganhou uma defesa do chefe Jost Capito após o bom resultado no GP da Itália

A Williams vive uma das melhores fases dos últimos anos. Depois de amargar a última posição no campeonato, sem pontos, em 2020, o time de Grove pontuou em três das últimas quatro etapas da Fórmula 1 em 2021. No GP da Itália, George Russell ficou com a nona posição, enquanto Nicholas Latifi terminou próximo, em 11º.

Jost Capito, chefe da Williams, se mostrou impressionado com o desempenho de Latifi em realação a Russel nas últimas corridas, dizendo que ambos estão mais próximos do que as pessoas acreditam.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

NICHOLAS LATIFI; GEORGE RUSSELL; WILLIAMS; GP DA HUNGRIA;
Latifi e Russell estão juntos na Williams desde 2020. E pontuaram na Hungria (Foto: Williams)

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2

“Quando você olha a classificação, o Nicholas [Latifi] perdeu 0s040 [para o Russell]. Você não pode dizer que há uma grande diferença entre eles na classificação, nem na corrida. Se olhar para a Hungria, na corrida o Nicholas fez um trabalho incrível”, disse Capito.

“Não acho que a diferença é tão grande quanto as pessoas pensam. Ele [Latifi] teve alguns problemas em classificações nesta temporada que não foram causados por sua culpa e o colocariam próximo do George”, completou.

Para 2022, a Williams vai manter Latifi para fazer a terceira temporada consecutiva na equipe. Russell, no entanto, está de saída do time e vai para a Mercedes no próximo ano, sendo substituído por Alexander Albon.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar