Williams elogia “impressionante 2023” e diz que Albon “ainda não parou de amadurecer”

Chefe de equipe da Williams, James Vowles acredita que a Fórmula 1 ainda não conhece todas as qualidades de Alexander Albon. O dirigente elogiou o piloto pela performance em 2023

Chefe da Williams, James Vowles não economizou elogios a Alexander Albon. O dirigente se mostrou encantando com o crescimento técnico de seu principal piloto e afirmou que o tailandês ainda tem muito potencial na Fórmula 1.

É possível dizer que 2023 foi o grande ano de Albon na categoria principal do automobilismo. Após perder a sua vaga na Red Bull em 2020 e ficar uma temporada inteira fora do grid, o piloto de 27 anos chegou na Williams em 2022 com a missão de se tornar o líder da equipe no ambicioso projeto de voltar ao topo do grid da Fórmula 1. É verdade que o dono do carro #2 só somou quatro pontos em sua primeira temporada pela equipe de Grove, mas a sua evolução ficou bastante evidente durante 2023, quando ele marcou nada menos que 27 dos 28 pontos somados pela Williams no Mundial de Construtores, garantindo a sétima posição para o time.

Relacionadas


“Conheço Alex há cerca de oito anos. Ele é muito rápido, tem a mentalidade certa – e isso é muito importante, não só para ele, mas para qualquer piloto tirar o máximo proveito de si mesmo”, afirmou o dirigente em entrevista à revista Autosport.

Após um início de temporada difícil da Williams, o tailandês começou a se destacar depois de terminar em sétimo no GP do Canadá, quando a equipe introduziu um robusto pacote de atualizações. De acordo com Vowles, Albon demonstrou um amadurecimento impressionante no decorrer do campeonato.

LEIA TAMBÉM
+Stop & Go — Alex Albon: “Com experiência de hoje, anos na Red Bull seriam diferentes”

O chefe James Vowles com Alexander Albon e Logan Sargeant (Foto: Williams)

“Acho que se você olhar para ele ao longo do ano, e até mesmo falar com ele aberta e francamente, não é o mesmo piloto com quem comecei no Bahrein. Ele realmente amadureceu ao longo da temporada e tirou o máximo proveito do carro, não há dúvida disso”, disse James.

“Ficamos em sétimo como resultado de sua incrível performance. A equipe fez um ótimo trabalho desenvolvendo o carro, mas ele ainda teve quatro ou até mesmo seis carros atrás que estiveram em seu pescoço durante toda a corrida. Isso é impressionante”, acrescentou.

No entanto, Vowles entende que Albon tem a mais a mostrar na F1. “O que gosto nele é que ainda não parou de crescer. Ele ainda não parou de amadurecer”, concluiu.

*Texto escrito por Vicente Soella

▶️ Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
▶️ Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 1 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.