F1

Williams ressalta inovação e classifica ROKiT como “parceira perfeita” para “um futuro de sucesso”

O lançamento da Williams para a temporada 2019 do Mundial de F1 contou com o anúncio de um novo patrocinador-máster, que substitui a Martini: a ROKiT, fabricante de smartphones e novas tecnologias. Segundo a chefe-adjunta Claire WIlliams é uma associação entre duas marcas que pensam de forma análoga

Warm Up / Redação GP, do Rio de Janeiro
 


O começo da tarde desta segunda-feira (11) marcou a apresentação da Williams para a temporada 2019. A pintura é nova, mas ainda no carro do ano passado - o FW42 vai ficar pronto apenas nos próximos dias para ir à pista na semana que vem. Outra novidade importante é o patrocínio-máster: sem a Martini, a Williams anunciou a ROKiT como parceira principal.
 
A ROKiT é uma marca chinesa que produz smartphones. Um dos grandes negócios da companhia é a tecnologia inclusa nos telefones mais novos para que haja possibilidade de ver imagens em 3D sem a necessidade de óculos especiais.
 
Segundo a chefe-adjunta Claire Williams, a ROKiT é a parceira certa para os dias de sucesso que estão por vir.
 
"Estamos encantados em dar as boas-vindas para a ROKiT à nossa equipe como parceira para a temporada 2019 e além. Compartilhamos valores e aspirações semelhantes com a ROKiT; principalmente quando colocamos a engenharia e a inovação no núcleo de tudo que fazemos em nossa busca para sermos os melhores. É a plataforma perfeita para começar uma associação", disse.
O novo carro da Williams para 2019 (Foto: Reprodução)
"A ROKiT está numa viagem emocionante no mundo das telecomunicações, assim como a Wiliams enquanto construímos a equipe para um futuro de sucesso. Tomar esse caminho juntos nos fará mais fortes em nossos esforços, e por isso não posso esperar para começar", declarou.
 
Jonathan Kendrick, presidente da ROK Brands, companhia-mãe da ROKiT, também falou sobre o acordo e encheu a equipe inglesa de elogios.
 
"Com o lançamento de ROKiT, em 2019, queríamos uma plataforma global que nos ajudasse a contar nossa história de inovação. A Williams é o parceiro perfeito. Com eles podemos levar a F1 ao público através de nossa tecnologia 3D sem óculos e nossas capacidades de Wi-Fi", explicou. 
 
"Nosso objetivo é fazer com que a F1 seja ainda mais acessível para todos. A Williams existe puramente para competir no mais alto nível de corridas de carro, e vemos que a emocionante parceria entre ROKiT e Williams é o começo de um caminho emocionante e ambicioso de regresso ao pódio", falou.
 
A Williams busca sair do fim do grid, espaço incômodo que ocupou em 2018. Os testes coletivos de pré-temporada começam na próxima segunda-feira, 18 de fevereiro, em Barcelona.