Zerado na Hungria, Massa lamenta dia desafiador para Williams, mas busca olhar adiante: “Temos de superar”

Felipe Massa teve uma corrida para lá de frustrante neste domingo, assim como Valtteri Bottas. Em um fim de semana muito difícil em razão do luto pela morte de Jules Bianchi, o brasileiro sequer conseguiu lutar pelos pontos e cruzou a linha de chegada apenas em 12º. Agora, para o experiente piloto da Williams, é hora de olhar para a frente

O NOVO PROJETO DO GRANDE PRÊMIO

Flavio Gomes explica os detalhes do projetoColabore com o projeto e ganhe uma camiseta da Red Bull
A Williams teve um dia extremamente difícil neste domingo (26). Mais travado entre os circuitos permanentes do calendário, Hungaroring voltou a evidenciar as dificuldades do FW37 neste tipo de traçado e, assim, Felipe Massa e Valtteri Bottas não conseguiram sequer almejar uma posição na zona de pontuação do GP da Hungria. Em luto pela morte do amigo Jules Bianchi, Felipe cruzou a linha de chegada apenas em 12º, duas posições à frente do seu companheiro de equipe.

Massa largou em oitavo, mas teve de lidar com uma punição logo no começo da corrida por ter alinhado seu carro #19 fora dos limites do colchete no grid, o que levou a direção de prova a abrir outra volta de alinhamento e aquecimento dos pneus.

Felipe Massa lutou com Lewis Hamilton pelo nono lugar no GP da Hungria antes de pagar punição (Foto: AP)

Assim, depois de ter travado um bom duelo com Lewis Hamilton pelo nono lugar, o brasileiro foi punido e teve de ficar 5s a mais no seu pit-stop, e isso, aliado ao desempenho pobre da Williams no GP da Hungria, comprometeu de sobremaneira sua performance e seu resultado final.

“Foi um dia realmente desafiador para nós. Recebi uma punição no começo, e o pneu médio no tráfego não deu certo para mim”, explicou o piloto.

“Enquanto equipe, saímos sem pontos, o que é ruim para o campeonato, mas é algo que temos de superar”, continuou Massa. De maneira oposta à Williams, a Red Bull alcançou sua melhor pontuação na temporada: foram 33 pontos só neste domingo, o que fez os taurinos avançarem a 96 na classificação do Mundial de Construtores. A Williams permanece com 151.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube