Em dia chuvoso, Rossi marca melhor tempo dos treinos da GP2 em Barcelona. Nasr é 17º

A quarta-feira foi de muita chuva no circuito da Catalunha, onde 24 pilotos participaram do segundo dia de treinos de pós-temporada da GP2. Líder, Alexander Rossi registrou sua melhor volta no período da tarde. Brasileiros não se destacaram

O norte-americano Alexander Rossi foi quem cravou a melhor volta de uma quarta-feira molhada em Barcelona, na Espanha, onde aconteceu o segundo dia de treinos de pós-temporada da GP2. Participando da atividade pela equipe Caterham, Rossi registrou a marca de 1min31s173 no período da tarde, quando a intensidade da chuva já era bem menor.

Durante a manhã, as condições da pista estavam impraticáveis. Prova disso é que o primeiro lugar antes da pausa para o almoço ficou nas mãos do argentinho Facundo Regalia, que foi 20s mais lento que Rossi.

Além dos adversários, Rossi precisou superar também a chuva em Barcelona (Foto: GP2)

O líder da quarta-feira terminou o as atividades na Catalunha com uma vantagem de quatro décimos para Adrian Quaife-Hobbs, campeão da AutoGP em 2012. A terceira posição ficou com o holandês Nigel Melker, que competiu na GP2 e na World Series ao longo deste ano.

Dois brasileiros participaram das atividades de pista, mas eles não apareceram bem colocados na folha de tempos. Felipe Nasr foi o 17º colocado com a Carlin, enquanto Lucas Foresti, com a Caterham, ficou na 24ª e última posição.

A chuva atrapalhou bastante o andamento das atividades e a conclusão do cronograma traçado por pilotos e equipes. Ao longo do dia, nove bandeiras vermelhas interromperam os trabalhos. Três delas foram causadas pelo austríaco Rene Binder.

A próxima – e última – bateria de treinos de pós-temporada da GP2 está marcada para daqui a três semanas e acontecerá no circuito de Jerez, na Espanha.

GP2, Espanha, Barcelona, treinos coletivos, dia 2:

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube