Enzo Fittipaldi exalta “carro incrível” em Jedá e detalha manobra: “Tive de frear muito tarde”

Enzo Fittipaldi efetuou ultrapassagem dupla sobre Amaury Cordeel e Juan Manuel Correa na corrida 2 da F2 na Arábia Saudita e dedicou a vitória ao tio, Wilson Fittipaldi Jr.

Enzo Fittipaldi deu detalhes da manobra que precisou fazer para efetuar a ultrapassagem dupla sobre Amaury Cordeel e Juan Manuel Correa que valeu a vitória na corrida 2 da rodada da Arábia Saudita da Fórmula 2, realizada no sábado (9). O brasileiro explicou que foi preciso retardar ao máximo a freada ao final da reta principal para pegar a dupla na saída da curva 2, mas o sucesso do lance só foi possível graças a “carro incrível” da Van Amersfoort.

O piloto demonstrou um ritmo forte ao longo de todo o final de semana, fazendo o quinto tempo na classificação — que virou quarto no grid após a ida de Oliver Bearman, então pole-position, para cobrir a ausência de Carlos Sainz na F1. Enzo precisou usar o braço para superar Cordeel e Correa de uma só vez e aproveitar a pista limpa para construir a vantagem que lhe assegurou a segunda vitória na classe.

Relacionadas


“É incrível, são muitas emoções, e estou muito feliz por ter vencido”, celebrou Fittipaldi durante a coletiva de imprensa pós-corrida. Ainda na pista, o jovem de 22 anos dedicou a vitória ao tio Wilson Fittipaldi Jr., que morreu no final do mês passado.

“A Van Amersfoort me deu um carro incrível. A equipe fez um ótimo trabalho no pit-stop. Estávamos voando hoje. Cada volta que fizemos era muito rápida, nosso ritmo era muito rápido”, acrescentou.

Vitória maiúscula de Enzo Fittipaldi em Jedá (Foto: Van Amersfoort)

“Travamos boas lutas na pista. Tivemos um pouco de azar com o safety-car, voltei para quarto, atrás de alguns pilotos com pneus supermacios. Tive de administrar meus pneus e fazer ultrapassagens ao mesmo tempo, mas acho que fiz isso bem. Fomos muito competitivos, conseguindo a volta mais rápida na penúltima volta da corrida. Estou extremamente feliz e muito grato por esta vitória”, completou o brasileiro.

Em seguida, o entrevistador pediu para Enzo dar mais detalhes sobre a ultrapassagem dupla que valeu a vitória. O brasileiro explicou que, primeiro, tinha em mente “não ficar atrás dos pilotos que estavam com pneus supermacios”.

“Assim que você passa por aquelas curvas em ‘S’ com ar sujo, os pneus superaquecem. Quando fui para a curva 1, sabia que precisava frear muito tarde para pegar os dois [Cordeel e Correa] na saída da curva 2, aí teria pista limpa pela frente. E foi isso que eu fiz. Deu muito certo. Consegui construir uma vantagem muito boa a partir daí”, concluiu Fittipaldi.

Fórmula 1 retorna daqui a duas semanas, entre os dias 22 e 24 de março, com o GP da Austrália, terceira etapa da temporada 2024, em Melbourne.

 Inscreva-se nos dois canais do GRANDE PRÊMIO no YouTube: GP | GP2
 Conheça o canal do GRANDE PRÊMIO na Twitch clicando aqui!

Chamada Chefão GP Chamada Chefão GP 🏁 O GRANDE PRÊMIO agora está no Comunidades WhatsApp. Clique aqui para participar e receber as notícias da Fórmula 2 direto no seu celular! Acesse as versões em espanhol e português-PT do GRANDE PRÊMIO, além dos parceiros Nosso Palestra e Teleguiado.