Petecof revela “período diferente” e “trabalho bem forte” para voltar em 2022

Desde que anunciou que não seguiria na Fórmula 2 nesta temporada, Gianluca Petecof vem trabalhando para buscar patrocínio e voltar às pistas em 2022. O piloto brasileiro ressaltou o aprendizado obtido em momentos difíceis, mas lembrou: “Nada é o fim do mundo”

Teve big one da Nascar em circuito misto: eis o caos provocado por um dano na zebra na curva 6 em Indianápolis (Vídeo: Reprodução)

Com apenas 18 anos, histórico vitorioso no kartismo, título da Fórmula Regional Europeia no currículo e os 40 pontos suficientes para obter a superlicença — documento que permite fazer parte de uma corrida na Fórmula 1 —, Gianluca Petecof é um dos principais pilotos brasileiros desta nova geração. Mas o paulista precisou interromper sua jornada na Fórmula 2 logo no começo da temporada 2021, com apenas seis corridas disputadas, pela falta do combustível financeiro. A luta agora do piloto é voltar ao caminho natural, ou seja, a Fórmula 3, e buscar patrocínio suficiente para buscar seu retorno às pistas no ano que vem.

Enquanto isso, ao mesmo tempo em que se dedica à preparação física e se empenha junto com seu staff na busca por novos apoiadores, Gianluca vive um momento novo na carreira. Estar fora das pistas neste momento obviamente que não é uma situação que o agrada, mas Petecof busca ser resiliente e aprender.

“Sem dúvida alguma, tem sido um período bastante diferente. É a primeira vez, desde quando comecei a correr, que fico tanto tempo fora das pistas, tanto tempo sem estar participando ou me planejando para um campeonato. Mas tudo tem seu lado positivo também”, salientou o jovem, que completa 19 anos em 14 de novembro, em entrevista ao GRANDE PRÊMIO.

LEIA TAMBÉM
+Falta de grana interrompe trajetória promissora de Petecof. Mas ainda não é o fim

GIANLUCA PETECOF; PETECOF; FÓRMULA REGIONAL EUROPEIA; CAMPEÃO
Gianluca Petecof conquistou o título da Fórmula Regional Europeia em 2020 (Foto: Prema Powerteam)

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

“Mesmo num momento difícil como este, pude usar esse tempo para continuar me preparando, continuar crescendo, aprendendo, usando esse tempo para planejar os próximos passos para o futuro, não só para o ano que vem, mas para os seguintes também. Então, procuro usar o período da melhor forma possível e, claro, ficar preparado para quando a oportunidade aparecer”, disse.

E quando a oportunidade vai aparecer? Onde? Gianluca não descarta nada, mas deixa claro que o foco está voltado para um retorno à Europa e tentar uma vaga em equipe competitiva da Fórmula 3 na próxima temporada. Para reunir todo esse pacote, contudo, é mandatório contar com patrocinadores que possam bancar tal empreitada.

“Temos feito um trabalho bem forte para buscar o apoio necessário para voltar à pista. 2022 vai ser uma temporada importante. Não posso ter mais um ano ano longe das pistas, mais um ano em um ambiente que não seja competitivo, em que não brigue por vitórias e por títulos”, declarou.

GIANLUCA PETECOF; FÓRMULA 2
Gianluca Petecof mira uma vaga competitiva na Fórmula 3 em 2021 (Foto: Dutch Photo Agency/Campos)

“Claro que o curso natural das coisas, depois do meu título da Fórmula Regional no ano passado, seria estar na Fórmula 3, e eu acho que isso não mudou ainda. Por mais que tenha tido aquela experiência na Fórmula 2, a Fórmula 3 seria o passo bastante natural. Mas as oportunidades estão bem abertas, e o primeiro foco é fazer esse trabalho para firmar as coisas fora da pista”, acrescentou.

Mas ainda que ficar fora das competições durante boa parte do ano seja algo inesperado e não programado, Gianluca se mostra maduro para encarar os fatos como eles são.

“Acho que os momentos difíceis são os que ensinam mais, sem dúvida alguma. O que pude aprender neste tempo, que me deu a oportunidade de crescer, estudar, evoluir, foi que nada é o fim do mundo. Sempre tem um novo ciclo, uma nova etapa, novas oportunidades que aparecem, e isso vai ser sempre. Claro que não é o ideal ficar tanto tempo longe, sem estar disputando um campeonato, mas talvez é melhor usar esse tempo para planejar o futuro do que insistir em algum programa que não me traga a oportunidade de mostrar algum potencial. Foi isso que comecei a dar muito valor neste período”, complementou o piloto brasileiro.

F1 NO BRASIL COM LOTAÇÃO MÁXIMA + CUTUCADAS DA RED BULL NÃO TIRAM FÉRIAS | Paddock GP #252

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube

Saiba como ajudar