Único argentino da F3, Etman espera que brigas com brasileiros no futebol não se repitam nas pistas

Único representante da Argentina na F3 Sul-americana, Bruno Etman disse que foi muito bem recebido desde que chegou ao Brasil e se classificou como alguém tranquilo e que evita confusões

A rivalidade entre Brasil e Argentina é constante nos esportes. Mas na última semana ela passou dos limites quando as equipes de futebol do Atlético Mineiro e do Arsenal de Sarandí se enfrentaram pela Copa Libertadores. Após a partida, houve um tumulto generalizado envolvendo integrantes da equipe argentina e a polícia de Minas Gerais. Chateado com os acontecimentos, o presidente do Arsenal chegou a declarar que os brasileiros não gostam de argentinos.

Quem não está muito de acordo com o dirigente é Bruno Etman, único piloto do país vizinho disputando a F3 Sul-americana em 2013. Contratado pela poderosa equipe Cesário para competir na F3 Light, o argentino não teve dificuldades e venceu as duas corridas de Interlagos entre os carros da divisão menor.

Bruno Etman foi o vencedor na divisão Light (Foto: Felipe Tesser / Grande Prêmio )

Satisfeito com o resultado, o piloto disse ao Grande Prêmio, neste domingo (7), que foi bem recebido por todos desde que chegou ao Brasil e espera que as confusões futebolísticas envolvendo equipes dos dois países não se repitam no principal campeonato do automobilismo da América do Sul.

“Fui recebido muito bem por todos, pilotos, mecânicos e comissários esportivos. Todos na equipe Cesário foram excelentes, e quero agradecer a todos aqui no Brasil. Espero que não aconteça nada como nas partidas do Arsenal e do Tigre! Eu sou um pouquinho mais tranquilo”, declarou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube