2º melhor no Teste de Novatos da FE, Fittipaldi fica satisfeito com desempenho e exalta apoio de Piquet na Jaguar

Contando com os conselhos de Nelsinho Piquet, Pietro Fittipaldi encaixou boas voltas em Marrakech. O brasileiro conseguiu o segundo melhor tempo e superou Paul di Resta, que também andou de Jaguar

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Pietro Fittipaldi teve um desempenho bastante convincente no Teste de Novatos da Fórmula E, realizado neste domingo (15) em Marrakech, no Marrocos. Segundo mais rápido na sessão, Pietro aprovou a primeira experiência com o monoposto elétrico. E fez questão de destacar a ajuda de um compatriota: Nelsinho Piquet, titular da Jaguar no certame.
 
“O treino foi muito bom, terminando em segundo lugar e podendo ajudar a equipe Jaguar a trabalhar no ajuste do carro ao longo do dia”, destacou Pietro. “O Nelsinho Piquet é um grande amigo e me ajudou a melhorar a cada saída e fiquei bastante contente com o resultado, aproveitando bem esta ótima oportunidade. A equipe ficou feliz comigo e com o Paul [di Resta] e tivemos um dia bem produtivo”, seguiu.
Pietro Fittipaldi andou com um FE pela primeira vez (Foto: Reprodução/Twitter)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “5708856992”;
google_ad_width = 336;
google_ad_height = 280;

Na comparação direta com Di Resta, que também testou com a Jaguar, Fittipaldi foi 0s177 mais rápido. O brasileiro só não conseguiu acompanhar Nico Müller, que sobrou e encaixou uma volta 0s946 na parte da tarde.
 
Mas, acima de qualquer tempo de volta, o que Fittipaldi realmente valoriza é o contato e a experiência com um carro diferenciado.
 
“Não sabia o que esperar do carro da FE: fiz um dia de simulador na Williams, mas obviamente o teste na pista é uma sensação única. Como a categoria só corre em circuito de rua, o carro é mais ‘mole’ do que um monoposto normal, então ele permite que você use mais a zebra, podendo até mesmo passar pelos buracos na pista. E fiquei surpreso com a aceleração, não dá para ir de 0 a 100 de uma única vez no acelerador, tem que dosar bem a potência”, encerrou.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube