Bird confirma saída da Virgin e vai para Jaguar a partir da sétima temporada da Fórmula E

Desde a primeira corrida da Fórmula E como piloto da Virgin, Sam Bird construiu uma trajetória que reúne nove vitórias ao longo de seis anos e 63 largadas na categoria dos carros elétricos. Logo depois da rodada sêxtupla em Berlim, o britânico de 33 anos vai partir para um novo desafio e uma nova casa: a Jaguar

Assim como Lucas Di Grassi com a Audi e Sébastien Buemi para a Renault/Nissan, Sam Bird construiu uma carreira longeva e está desde a primeira corrida da história da Fórmula E, o eP de Pequim de 2014, com a Virgin. Mas a história entre o piloto britânico de 33 anos e a equipe já tem data para terminar: 13 de agosto, dia da última das corridas da rodada sêxtupla que vai completar o campeonato 2019/20, marcada para Berlim. Vencedor de 9 corridas e dono de 18 pódios em 63 provas disputadas, Bird vai partir para uma nova casa e vai representar a Jaguar a partir da sétima temporada da categoria dos carros elétricos.

A notícia já havia sido antecipada pelo site inglês ‘The Race’ dias atrás, mas foi oficializada nesta manhã de terça-feira em conjunto pelas equipes Virgin e Jaguar. Bird, que abriu a temporada 2019/20 com vitória no primeiro eP de Diriyah, na Arábia Saudita, soma 29 pontos e está em décimo no campeonato, sendo que 26 dos tentos foram conquistados no Oriente Médio.

Sam Bird venceu nove vezes na Fórmula E com a Virgin. Na próxima temporada, vai correr pela Jaguar (Foto: FIA Fórmula E)

“Ao longo dos anos, esta equipe tornou-se mais do que uma família para mim e tem sido uma grande parte da minha carreira. Muitos sabem que a equipe e a Fórmula E ressuscitaram minha carreira no automobilismo e, por isso, sou eternamente grato”, destacou o ex-piloto da GP2 (hoje Fórmula 2) e também antigo piloto de testes da Mercedes na Fórmula 1.

“Tenho muitas lembranças e grandes momentos, tanto dentro quanto fora da pista, e espero que tenhamos mais algumas em Berlim antes de embarcar para meu próximo capítulo da minha carreira enquanto piloto. Com certeza, vai rolar uma lágrima nos meus olhos na última corrida”, comentou Bird.

Franz Jung, presidente do conselho da Virgin Racing, ressaltou o trabalho feito pelo britânico desde 2014 e espera por uma despedida bem-sucedida no mês que vem na Alemanha. “Gostaria de agradecer a Sam por sua fantástica contribuição à equipe nas últimas seis temporadas. Claro que, antes disso, teremos muitas corridas a fazer, com seis eventos em nove dias em Berlim, e sei que Sam, Robin [Frijns] e todos da equipe vão fazer o trabalho duro para garantir que terminemos a temporada em alta”.

A partir do sétimo ciclo da Fórmula E, a Jaguar vai contar com Bird e Mitch Evans, um dos destaques da temporada e atual vice-líder do campeonato, com 56 pontos, contra 67 do luso António Félix da Costa, da DS Techeetah.

“Estou muito ansioso por um novo capítulo na minha carreira na Fórmula E com a Jaguar. Acompanhei o crescimento e o progresso da Jaguar na categoria e estou muito orgulhoso por guiar por uma marca tão icônica como essa, com um DNA bem-sucedido e por ingressar em uma lista incrível de pilotos que competiram por ela”, comentou o novo piloto da marca inglesa.

“Tenho muita fome de sucesso e acredito que, juntamente com Mitch, podemos conseguir grandes coisas para a equipe e para nós mesmos. Depois de Berlim, mal posso esperar para testar o Jaguar I-Type e estar na melhor posição possível para a sétima temporada e além”, acrescentou.

Bird recebeu as boas-vindas de James Barcley, chefe de equipe da Jaguar. “Desde o começo da Fórmula E, Sam demonstrou que é um dos melhores pilotos da categoria, e acreditamos que juntos vamos formar uma grande parceria. Em nome de toda a equipe e de todos na Jaguar, gostaríamos de dar as boas-vindas de Sam à família”.

“Com Mitch e Sam, acreditamos que temos uma das duplas de pilotos mais fortes do grid. Com uma concorrência bastante apertada, fica claro que, para ter sucesso na Fórmula E, você precisa de dois pilotos que possam lutar por pódios em todas as corridas. Agora, temos dois vencedores de provas que são capazes de nos permitir lutar pelos títulos dos campeonatos de equipes e de pilotos na próxima temporada”, concluiu.

A Fórmula E volta a acelerar a partir de 5 de agosto com a primeira das seis corridas em nove dias marcadas para Berlim.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube