Com orçamento limitado, equipes da FE tentam dividir recursos entre temporada atual e testes com novo carro

Pela primeira vez na curta história da categoria, a Fórmula E tem uma realidade de dois carros importantes ao mesmo tempo. Enquanto a temporada atual está em curso e num momento importante, os testes com o GEN2 estão para começar. Nesse meio termo, as equipes precisam se virar para encontrar uma forma de não esgotar ou errar a conta de recursos disponíveis

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

O momento da Fórmula E é de correria e definição. Não apenas porque o campeonato alcança a metade da temporada nesta fim de semana, com o eP de Punta del Este, mas porque as equipes estão próximas da data em que receberão os novos carros da categoria. Numa corrida contra o tempo para aprontar novas partes e deixar tudo em dia para realizar testes, as esquadras esbarram nos limites orçamentários da FE. É preciso driblá-los.

 
Segundo a regra, as equipes podem ter apenas um grupo de 20 pessoas formando o estafe operacional que pode trabalhar nos carros durante um fim de semana de corrida. Como o orçamento é limitado com relação à F1, por exemplo, para que a competição não seja desfigurada, os times possui pouco pessoal além dessas duas dezenas de mecânicos que podem participar dos fins de semana de corrida. Os funcionários extras são poucos e precisam ser usados inteligentemente.
 
"Quando você avalia de perto pode achar que precisamos de um time de testes e um a equipe do turno noturno como a F1 tem, mas não existe essa opção", apontou o diretor de operações da Jaguar, Phil Charles. "Não temos esse orçamento porque o campeonato não foi formado desse jeito e não deveria ser. Acho que está bem como está, mas você precisa ser cuidadoso com seus recursos, porque é um período complicado", disse em entrevista ao site inglês 'E-Racing365.com'.
Gen2 (Foto: Divulgação)

google_ad_client = “ca-pub-6830925722933424”;
google_ad_slot = “2258117790”;
google_ad_width = 300;
google_ad_height = 600;

Ainda de acordo com Charles, a Jaguar formou uma pequena célula à parte da temporada disputada atualmente e que não tem qualquer foco para as corridas. No momento, este grupo trabalha projetando as novidades da fábrica inglesa para o GEN2, a nova geração de carros da FE.

 
"Nós temos um grupo de design que está com parte dos nossos recursos – claro que não está ligado às corridas e nem marca presença nos eventos. [O grupo] está completamente ocupado e há muito desenvolvimento acontecendo agora com o trem de força [novo], e isso vai ser visto logo que colocarmos essas partes no novo carro. Então esse grupo é uma entidade separada da equipe", seguiu.
 
"A equipe de corrida estão muito ocupada também enquanto simultaneamente passa muito tempo construindo um carro no mesmo momento em que está numa corrida. Vários times estão recrutando [pessoal] no momento, isso é natural porque você não pode estar em dois lugares ao mesmo tempo", encerrou.
 
Após a apresentação do GEN2 via imagem e depois fisicamente no Salão do Automóvel de Genebra, agora a Fórmula E vai entregar o modelo para as fábricas. O primeiro teste da Jaguar está marcado para o fim do mês, sem data divulgada, no circuito de Monteblanco, em Hueva, na Espanha.

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube