Di Grassi domina rivais e crava pole-position para eP de Santiago. Após batida pela manhã, Buemi é 2º

O treino de classificação para o eP de Santiago, primeiro no traçado do Parque O'Higgins, terminou com uma volta alucinante de Lucas Di Grassi. O piloto da Audi sobrou na Superpole e terminou com mais de 0s5 de vantagem para o segundo colocado

A briga pela pole-position do eP de Santiago, no começo da tarde deste sábado (26), terminou com quatro dos pilotos do grid original da Fórmula E e um novato, que faz apenas o segundo fim de semana dele. Parecia um grande momento para Pascal Wehrlein aparecer de vez como um forte piloto no campeonato, mas a volta de Lucas Di Grassi foi tão forte que encerrou a conversa no momento em que foi feita. Foi a quarta pole do piloto da Audi na FE.

Depois de terminar a fase de grupos com o terceiro posto, Di Grassi foi o antepenúltimo a andar na Superpole. O líder, até então, era exatamente o companheiro Daniel Abt. Di Grassi exterminou o tempo do parceiro, entretanto. Com 1min08s290, Lucas superou o companheiro por 0s668.
 
Sébastien Buemi e Pascal Wehrlein vieram na sequência e, embora tenham terminado à frente de Abt, não se aproximaram muito mais de Di Grassi – Buemi, segundo, ficou 0s526 atrás. Wehrlein e Abt largam da segunda fila, enquanto Stoffel Vandoorne e Sam Bird completam as três primeiras filas. 
 
Fora da Superpole, Edoardo Mortara, Maximilian Günther, Alexander Sims e Felipe Massa fecham o top-10. Os líderes do campeonato partiram no grupo inicial, quando a pista ainda estava com temperatura baixa. Entre eles, o melhor foi Jean-Éric Vergne, em 13º, e que saiu bravo com as regras. António Félix da Costa parte apenas no 18º posto, enquanto o líder do campeonato, Jérôme D'Ambrosio, é o 21º.
 
A largada para o eP de Santiago está marcado para as 17h03 (de Brasília).
Lucas Di Grassi (Foto: Audi)

Confira como foi o treino de classificação:

Grupo 1 – Robin Frijns, Jean-Éric Vergne, António Felix da Costa, André Lotterer e Jérôme D'Ambrosio
 
O grupo dos líderes do campeonato começou com Frijns saindo na frente, mas D'Ambrosio foi quem fez algo digno de nota primeiro. O líder do campeonato errou, quase bateu nas duas pernas da chicane e fez uma volta péssima. 
 
O resto do grupo, a maioria entre favoritos, terminou com uma diferença de apenas 0s244 entre si. Vergne, com 1min09s307, liderou. Lotterer foi o segundo colocado, enquanto Frijns e Da Costa fecharam. 
 
Grupo 2 – Sam Bird, Lucas Di Grassi, Mitch Evans, Sébastien Buemi, Alexander Sims
 
Nunca se sabe exatamente o resultado da evolução da pista entre os grupos. Mas em Santiago a mudança foi extrema. O segundo grupo mostrou isso logo de cara, quando Di Grassi passou 0s643 mais rápido que Vergne.
 
Depois dele, um grupo de caça. Todos os cinco membros do segundo grupo foram mais rápidos que o quinteto da chave inicial. Buemi superou Lucas e partiu para frente com a liderança em 1min08s664.
 
Bird, Sims e Evans foram respectivamente terceiro, quarto e quinto. 
 
Grupo 3 – Nelsinho Piquet, Maximilian Günther, José María López, Oliver Turvey, Oliver Rowland e Daniel Abt
 
O efeito visto no segundo grupo não se repetiu no terceiro. Primeiro na pista, Rowland escapou por pouco do muro e conseguiu o décimo lugar – ruim quando o companheiro está na ponta. Piquet, na sequência, fez ainda pior e colocou o 15º tempo na tabela. Turvey também não impressionou e foi para 14º.
 
O resto do grupo andou em ritmo mais forte. Abt e Günther conseguiram subir, respectivamente, para quarto e quinto postos. Os dois tiraram as chances de Superpole de López, o outro piloto que esteve na pista no terceiro grupo. O argentino que liderou o TL2 ficou com a sétima colocação.
Pascal Wehrlein (Foto: Mahindra)

Grupo 4 – Stoffel Vandoorne, Tom Dillmann, Gary Paffett, Felipe Massa, Edoardo Mortara e Pascal Wehrlein

 
Wehrlein está voando. O piloto da Mahindra andou muito rápido nos treinos livres e arrebentou com o tempo de Buemi na classificação. Com 1min08s463, pulou para a ponta e direto para a Superpole.
 
As Venturi mostraram força interessante pela primeira vez na temporada. Massa foi décimo, enquanto Mortara chegou a estar entre os seis primeiros. Como Vandoorne depois andou melhor que ele, acabou em sétimo – o belga se garantiu na Superpole. Mesmo com Paffett somente em 17º, três carros empurrados por motor Venturi ficaram no top-10.
 
Por fim, Dillmann não foi bem. Numa classificação sem batidas ou problemas, foi o 22º colocado. 
 
Desta forma, os seis que avançaram foram Wehrlein, Buemi, Di Grassi, Bird, Vandoorne e Abt. 
#GALERIA(9633)

Superpole

 
Primeiro na pista, Abt fez uma volta correta e sólida. Seria pole apenas se todo o resto fosse uma tremenda decepção, mas evitara erros. Erros, que, aliás, apareceram na sequência. Vandoorne entrou em investigação imediatamente por ter saído do pit-lane na virada da luz vermelha para a verde. O belga foi um pouco pior, mas Bird ainda ficou atrás, após cravar nos freios de maneira agressiva para contornar a curva do cotovelo enorme.
 
Di Grassi era o próximo. O companheiro de Abt triturou a volta da ponta e passou a ser o favorito instantâneo. Buemi passou bem, em segundo, mas bem atrás. Wehrlein veio no fim e pulou para o terceiro posto dele na segunda prova na FE. 

FE, eP de Santiago, Treino de Classificação, Resultado Final:

1 LUCAS DI GRASSI BRA AUDI 1:08.290  
2 SÉBASTIEN BUEMI SUI NISSAN 1:08.816 +0.526
3 PASCAL WEHRLEIN ALE MAHINDRA 1:08.925 +0.635
4 DANIEL ABT ALE AUDI 1:08.958 +0.668
5 STOFFEL VANDOORNE BEL HWA VENTURI 1:09.235 +0.945
6 SAM BIRD ING VIRGIN AUDI 1:09.253 +0.963
7 EDOARDO MORTARA ITA VENTURI 1:09.042 +0.752
8 MAXIMILIAN GÜNTHER AUT DRAGON PENSKE 1:09.143 +0.853
9 ALEXANDER SIMS ING BMW 1:09.147 +0.857
10 FELIPE MASSA BRA VENTURI 1:09.168 +0.878
11 JOSÉ MARÍA LÓPEZ ARG DRAGON PENSKE 1:09.201 +0.911
12 MITCH EVANS NZL JAGUAR 1:09.235 +0.945
13 JEAN-ÉRIC VERGNE FRA TECHEETAH DS 1:09.307 +1.017
14 OLIVER ROWLAND TAI NISSAN 1:09.365 +1.075
15 ANDRE LOTTERER ALE TECHEETAH DS 1:09.485 +1.195
16 ROBIN FRIJNS HOL VIRGIN AUDI 1:09.505 +1.215
17 GARY PAFFETT ING HWA VENTURI 1:09.505 +1.215
18 ANTÓNIO FÉLIX DA COSTA POR BMW 1:09.551 +1.261
19 OLIVER TURVEY ING NIO 1:09.645 +1.355
20 NELSINHO PIQUET BRA JAGUAR 1:09.705 +1.415
21 JÉRÔME D'AMBROSIO BEL MAHINDRA 1:10.083 +1.793
22 TOM DILLMANN FRA NIO 1:10.258 +1.968

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube