Fórmula E transforma ePs de Roma e de Valência em rodadas duplas e incha calendário

Serão duas corridas da Fórmula E em Roma e em Valência. A mudança aumenta o número de corridas confirmadas na temporada 2020/21 de oito para dez

A Fórmula E fez novas modificações em seu calendário neste sábado (27). A categoria elétrica determinou que os ePs de Roma e de Valência, os dois próximos na temporada 2020/21, serão agora rodadas duplas.

A medida significa que o calendário passa a ter dez corridas confirmadas, mas em apenas seis pistas diferentes. O motivo por trás dessa abordagem é claro: diminuir deslocamentos em meio à pandemia da Covid-19 e ainda assim manter uma temporada de tamanho razoável. A categoria ainda tem a intenção de correr em outras seis cidades – Berlim, Londres, Sanya, Seul, Cidade do México e Nova York –, mas ainda não sabe se conseguirá de fato.

Fórmula E correu em Diriyah em fevereiro, e agora planeja o futuro (Foto: Fórmula E)

“A Fórmula E vai continuar monitorando a pandemia da Covid-19 e está em contato constante com equipes, montadoras, parceiros e cidades sede. O resto do calendário da sétima temporada será confirmado em breve”, afirmou o comunicado.

A próxima etapa no calendário é justamente o eP de Roma, agora repartido entre os dias 10 e 11 de abril. O eP de Valência, no autódromo Ricardo Tormo, vem na sequência, com corridas em 24 e 25 de abril. Isso, claro, assumindo que não tenhamos mais mudanças: há ainda o risco de a corrida na capital italiana ser cancelada.

As corridas vão acontecer na sequência da abertura da temporada em Diriyah, na Arábia Saudita. A rodada dupla terminou com Nyck de Vries liderando o Campeonato de Pilotos.

Conheça o canal do Grande Prêmio no YouTube! Clique aqui.
Siga o Grande Prêmio no Twitter e no Instagram!

GOSTA DO CONTEÚDO DO GRANDE PRÊMIO?

Você que acompanha nosso trabalho sabe que temos uma equipe grande que produz conteúdo diário e pensa em inovações constantemente. Mesmo durante os tempos de pandemia, nossa preocupação era levar a você atrações novas. Foi assim que criamos uma série de programas em vídeo, ao vivo e inéditos, para se juntar a notícias em primeira-mão, reportagens especiais, seções exclusivas, análises e comentários de especialistas.

Nosso jornalismo sempre foi independente. E precisamos do seu apoio para seguirmos em frente e oferecer o que temos de melhor: nossa credibilidade e qualidade. Seja qual o valor, tenha certeza: é muito importante. Nós retribuímos com benefícios e experiências exclusivas.

Assim, faça parte do GP: você pode apoiar sendo assinante ou tornar-se membro da GPTV, nosso canal no YouTube